Sindilat-RS defende aumento da produtividade para concorrer com impo

Sindilat-RS defende aumento da produtividade para concorrer com importados

São Paulo, 29/8 – O presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat-RS), Alexandre Guerra, defendeu o aumento da produtividade e do consumo para tornar o setor de leite e derivados mais competitivo, em entrevista coletiva na 40ª edição da Expointer, em Esteio, no Rio Grande do Sul. Guerra destacou, conforme nota do Sindilat-RS, que nos últimos seis meses o mercado brasileiro tem recebido leite de fora com preço mais competitivo, principalmente do Uruguai, em um momento de queda de consumo local por causa da crise.

“O produto que vem do Uruguai concorre diretamente com o nosso. Não estamos dizendo que o Rio Grande do Sul é contra as importações, mas precisamos estabelecer uma cota”, afirmou Guerra.

Para o representante do sindicato, é preciso aumentar a produtividade por animal e por propriedade para melhorar o cenário. A ideia também foi defendida pelo secretário-executivo do Sindilat-RS, Darlan Palharini.

Ele observou que a média brasileira de produção de cada propriedade rural é de 15 mil litros por ano, enquanto a do Uruguai é de 500 mil litros por ano. “Temos um descompasso e apenas cinco Estados brasileiros que são superavitários na produção de leite”, disse.

Guerra destacou ainda que 70% do queijo consumido no Rio Grande do Sul é concentrado nos tipos prato e mussarela.

O dirigente acrescentou que o objetivo do Sindilat-RS é ampliar o consumo do produto, proporcionando experiências para o conhecimento de outros tipos de queijo, como grana e frescal. Este é um dos propósitos do Pub do Queijo na Expointer, projeto do sindicato que conta com uma seleção especial de derivados lácteos no Parque de Exposições Assis Brasil e oferece mais de 50 tipos de queijo para degustação durante a feira, disse o Sindilat-RS.

http://istoe.com.br/sindilat-rs-defende-aumento-da-produtividade-para-concorrer-com-importados/

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top