Seminário da Emater-Ascar debate a produção leiteita

Seminário da Emater-Ascar debate a produção leiteita

O encontro ocorre a partir das 8h45, no Clube Avenida, em Santa Cruz do Sul

A Emater/RS-Ascar realiza nesta quarta-feira o 2º Seminário Regional de Bovinocultura de Leite do Vale do Rio Pardo. O encontro ocorre a partir das 8h45, no Clube Avenida, em Santa Cruz do Sul.

A primeira atividade será a apresentação da família Breunig, de Santa Cruz, que falará sobre Sucessão rural e herança produtiva na produção de leite. Já às 10 horas, haverá uma mesa-redonda com apresentação de ações desenvolvidas por meio do Programa Estadual de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), nos municípios de Passa Sete e General Câmara.

O encerramento das atividades da manhã será com um debate sobre os relatos, com a participação do secretário da SDR, Tarcísio Minetto, o diretor técnico da Emater, Lino Moura, e o presidente do Sicredi Vale do Rio Pardo, Heitor Petry.

À tarde haverá duas palestras: Manejo de pastagem: estratégias para evitar o vazio forrageiro, com o médico veterinário da Emater, João Guahyba, e Bem-estar animal: sombra no piquete ajuda ou atrapalha?, com o pesquisador Vanderley Porfírio Silva, da Embrapa.

Inscrições

Para participar, é preciso confirmar presença até amanhã no escritório da Emater de Santa Cruz, por meio dos telefones (51) 3711 2793 ou (51) 99883 2889, para que sejam realizadas as reservas de almoço.

http://www.gaz.com.br/conteudos/regional/2018/07/01/123691-seminario_da_emater_ascar_debate_a_producao_leiteita.html.php

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top