ABS lança nova versão de programa de acasalamentos – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |20 julio, 2016

Indústria | ABS lança nova versão de programa de acasalamentos

GMS 2.0 traz como novidades a inclusão da genômica e mais de 150 opções de personalização

GMS 2.0 traz como novidades a inclusão da genômica e mais de 150 opções de personalização

A ABS, detentora da ABS Pecplan, anunciou o lançamento do GMS 2.0, a versão atualizado do programa de acasalamento da empresa. Com a nova ferramenta, produtores de leite do mundo todo terão rentabilidade garantida através do melhoramento. “O produtor terá a garantia de retorno de cada real investido em genética”, destaca Klaus Hanser, gerente de Produto Leite da América Latina.

A nova versão do programa inclui informações genômicas e traz como grande novidade uma personalização avançada, com 150 opções diferentes para customização dos acasalamentos de acordo com os interesses da propriedade, incluindo nova opção de robótica. Outro destaque é que, além de gerenciamento de consanguinidade, o programa fornece uma proteção ainda mais completa contra recessivos prejudiciais e haplótipos.

Primeiros passos – Em seu primeiro passo no programa, os produtores, com auxilio de um técnico da ABS, identificam as opções de produção e conformação que melhor se adequam ao seu rebanho e, em seguida, direcionam as áreas de melhoramento genético que queiram enfatizar. Depois, os produtores devem classificarem sua produção, saúde e conformação, a fim de construir um roteiro personalizado para ajudar a alcançar os objetivos no mais curto espaço de tempo.

No final do trabalho, serão emitidos até 14 relatórios personalizados para ajudar no monitoramento do progresso genético.
Fonte: ABS Pecplan

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas