Adepará concede registro a empresa de laticínios de Altamira - eDairy News

Adepará concede registro a empresa de laticínios de Altamira

 
O Lacticínio São Francisco, em Altamira, no sudoeste paraense, é a 30ª empresa paraense de laticínios habilitada a comercializar a produção em todas as regiões do Estado. O dono da fábrica, Guilherme Henrique Borges, esteve na Adepará em Belém para receber do diretor geral, Luciano Guedes, o certificado.

Com a regularização das empresas junto ao SIE, crescem as divisas econômicas do Estado com a autorização do comércio em todo o Pará, e aumenta a oferta de emprego e renda para a população. “Com o trabalho da Gerência do Serviço de Inspeção Estadual, a Adepará cumpre o papel de proporcionar segurança alimentar, a padronização e o armazenamento de produtos e subprodutos de origem animal, garantindo o consumo de alimentos com qualidade”, disse Luciano Guedes.

Segundo Guilherme Borges, o próximo passo é expandir a empresa para, futuramente, alcançar novos mercados. “O objetivo é chegar ao SIF (Serviço de Inspeção Federal, que possibilita a comercialização do produto em todo território brasileiro). Já temos os terrenos anexos para a ampliação, mas um passo de cada vez”.

O Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal é um setor importante ao agronegócio, pelo leque de atuação na cadeia produtiva da pecuária do Estado. Garante a oferta de produtos de origem animal com qualidade, inócuos à saúde, inspecionados e seguros ao consumidor final. Além disso, o serviço assegura o aproveitamento racional e completo dos produtos e derivados, minimizando desta forma a agressão ao meio ambiente.

Entre as ações principais, estão justamente coordenar e desenvolver a fiscalização e a inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal e derivados, nos estabelecimentos registrados junto ao Serviço de Inspeção Estadual.

Por Tylon Maués

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top