AL: Parceria com o Sebrae/AL beneficia quatro laticí­nios da CPLA

#AL: Parceria com o Sebrae/AL beneficia quatro laticí­nios da CPLA

A diretoria da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) entregou na tarde desta quarta-feira, 11, mais quatro projetos de tratamento de efluentes a laticí­nios associados í  unidade. A medida é fruto de uma parceria com o Serviço de Apoio í s Micro e Pequenas empresas de Alagoas (Sebrae/AL), que contratou uma consultoria especializada. Dos 16 laticí­nios associados í  CPLA, oito já receberam os projetos.

De acordo com Marcos Fontes, analista da unidade de Agronegócio do Sebrae/AL, os projetos são elaborados conforme com a necessidade de cada indústria, e sugerem desde mudanças estruturais a mudanças operacionais. “Uma das sugestões mais eficientes é o projeto Biogestor, através dele as indústrias cumprem seu papel, tratando os resí­duos, que são transformados em geradores de energia e resí­duos orgí¢nicos”, informou Fontes.

O projeto de tratamento de efluentes é uma exigíªncia do Instituto de Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e da Agíªncia de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) para que as indústrias estejam regularizadas no Serviço de Inspeção Estadual (SIE). Nessa etapa, os laticí­nios beneficiados foram: Santa Bárbara, Timbaúba, Easa e Fort.

O diretor presidente da CPLA, Aldemar Monteiro, explicou que parte dos laticí­nios, principalmente os de pequeno porte, enfrentava dificuldades para apresentar o projeto. “Na contratação de uma empresa especializada os laticí­nios gastariam em média R$ 12 mil, com a parceria do Sebra/AL foi feito um pacote, onde esses projetos saí­ram por menos da metade do preço e o Sebrae/AL ainda entrou com 80% do valor total, ou seja, um beneficio para os associados e para o meio ambiente”, revelou Aldemar Monteiro.

A matéria é do BCCOM Comunicação

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top