Argentina – Efeito SanCor: a capacidade ociosa do setor lácteo supera

Argentina – Efeito SanCor: a capacidade ociosa do setor lácteo supera 50%

 

Indústria/AR – Boa notícia. A Subsecretaria de Laticínios do País começou a publicar um novo indicador com o objetivo de melhorar a transparência do mercado lácteo. Não tão boa: a capacidade ociosa do setor é superior a 50%. A utilização da capacidade industrial instalada no setor lácteo formal – segundo os últimos dados publicados – foi de 48% em agosto, contra 46% em julho (os únicos dois meses que contam com estatísticas a respeito).
Em agosto deste ano a produção – sempre considerando a indústria que opera formalmente, de leite em pó, queijos, creme, manteiga, doce de leite, e iogurtes foi de 107.682 toneladas versus 107.452 em relação ao mesmo mês de 2016. A maior mudança foi na elaboração de leites fluidos com a produção em agosto último de 114,4 milhões de litros, versus 134,1 milhões no mesmo mês do ano passado (-14,7%). O corte da disponibilidade de matéria prima se explica pela baixa produção nacional de leite (decorrente dos excessos hídricos) combinando, provavelmente, com um incremento do leite destinado ao circuito informal. Boa parte da capacidade ociosa corresponde à SanCor, dado que a cooperativa de laticínios, que atualmente está processando menos de um milhão de litros por dia, tem uma capacidade instalada da ordem de seis milhões de litros diários.
No primeiro semestre deste ano a SanCor iniciou um processo de reorganização que implicou na desativação das plantas queijeiras localizadas em Brinkmann, Charlone, Moldes e Centeno. Estas fábricas estão esperando interessados em operá-las.

http://www.terraviva.com.br/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=14475:argentina-efeito-sancor-a-capacidade-ociosa-do-setor-lacteo-supera-50

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top