Argentina exporta menos carne fresca e mais leite

#Argentina exporta menos carne fresca e mais leite

Enquanto a Argentina melhora a participação na agricultura mundial, perde espaço na pecuária. As exportações de carnes frescas do paí­s recuaram para 67 mil toneladas até setembro, 28% menos do que em no ano passado. Os dados são do próprio governo argentino, que aponta receitas de US$ 466 milhões, com recuo de 29%.

Os argentinos ganham espaço, no entanto, nas exportações de leite, que somaram 180 mil toneladas até setembro, alta de 7%. As receitas somaram US$ 687 milhões. Enquanto o Brasil é o quinto maior importador da carne fresca argentina, posiciona-se em segundo lugar nas compra de leite. Foram 28 mil toneladas de leite, mas 26% menos do que em 2011.

Fonte: Folha de S. Paulo

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top