Associação dos Produtores de #Queijo Canastra é reconhecida como utilidade pública

Associação dos Produtores de #Queijo Canastra é reconhecida como utilidade pública

 
Após a grande repercussão da importância do Queijo Canastra no Brasil e no mundo, a Câmara Municipal de Vargem Bonita aprovou por unanimidade o Projeto Lei nº 02/2014, que declara de utilidade pública a Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan).

A autoria do projeto é do vereador e presidente da casa, Nilson Batista dos Santos. Ele justificou a iniciativa ressaltando que a Aprocan valorizou o produtor do queijo Canastra e trouxe ainda mais recursos para a classe. “Após os treinamentos e a ajuda na divulgação da qualidade do queijo canastra, uma peça que antes era vendida por R$8 hoje é vendida por R$20. Com isso a produção aumentou, o queijo ficou mais valorizado e os produtores mais satisfeitos. Por isso, a associação será considerada a partir de agora de Utilidade pública na cidade de Vargem Bonita”.

O presidente da associação João Carlos Leite apresentou várias solicitações para a associação que representa. “Precisamos de recursos, pois as demandas nossas são grandes, estamos solicitando aos prefeitos, por exemplo, esta ajuda para o crescimento do setor”, ressaltou. João cobrou ainda implantação do sistema de inspeção municipal, fundamental para a comercialização do queijo fora de Minas Gerais.

A Aprocan foi criada há aproximadamente dois anos, tem superado expectativas e auxiliado os produtores do queijo a pleitear mais valorização e reconhecimento da qualidade do queijo produzido na Serra da Canastra. O reconhecimento oficial do queijo minas artesanal tipo canastra aconteceu em 2013, e a partir de então só pode ser produzido por sete cidades da região: Piumhi, Bambuí, Tapiraí, São Roque de Minas, Vargem Bonita e Delfinópolis.

http://www.clicfolha.com.br/noticia/33993/associacao-dos-produtores-de-queijo-canastra-e-reconhecida-como-utilidade-publica

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top