Brasil Foods quer reforçar marca Perdigão onde Cade permitir

Brasil Foods quer reforçar marca Perdigão onde Cade permitir

A Brasil Foods tem como estratégia reforçar a marca Perdigão nos mercados onde ela poderá atuar por acordo no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econí´mica), disse o presidente da BRF, José Antonio Fay, em teleconferíªncia nesta segunda-feira.

Pelo acordo firmado com o órgão regulador de concorríªncia para a incorporação da Sadia, a BRF terá que retirar a marca Perdigão de alguns mercados por prazos de tríªs a cinco anos, dependendo do segmento.

Mas espera tirar vantagem da conhecida marca nas áreas onde a Perdigão poderá atuar.

Fay disse ainda que o processo de incorporação da Sadia e também o cumprimento do acordo do Cade, que resultou em uma troca de ativos com o Marfrig, significam maiores custos.

“O fato é que se formos olhar friamente durante um perí­odo isso desotimiza a companhia, cria um certo desbalanceamento, isso pressiona o resultado”, acrescentou Fay.

Segundo diretor financeiro Leopoldo Saboya, esses custos adicionais da fusão são difí­ceis de serem quantificados, mas tais gastos visam preparar a companhia para o futuro.

“í‰ uma dessinergia não quantificada. Temos custos que trazem importantes impactos nos resultados, são impactos difí­ceis de calcular, difí­ceis de prever, pois são mudanças importantes”, declarou Saboya.

O ano de 2013 será o ano em que a empresa deixará de sentir reflexos da incorporação da Sadia, segundo o presidente, mas a companhia ainda deve sofrer impactos de tal processo este ano.

“2012 é o ano de mais atenção de execução da fusão”, disse Fay.

http://www.cenariomt.com.br

Tags: , ,
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top