BRF-Brasil Foods registra forte aumento das exportações em setembro

#BRF-Brasil Foods registra forte aumento das exportações em setembro

Após registrar forte incremento dos embarques em setembro, a BRF-Brasil Foods consolidou no míªs e nos nove primeiros meses do ano sua condição de maior exportadora brasileira do setor de agronegócios do paí­s. No setor, a companhia só perde para a Bunge, que tem capital aberto nos Estados Unidos. No ranking geral das maiores empresas exportadoras, fica atrás apenas de Vale, Petrobras e Bunge, conforme dados atualizados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento.

Em linha com a recuperação das exportações brasileiras de carnes de frango e suí­na, os embarques da BRF renderam US$ 446,2 milhões em setembro, quase 33% mais que no mesmo míªs de 2011. Com isso, as vendas da empresa ao exterior chegaram a US$ 3,7 bilhões de janeiro a setembro, valor 4% superior ao registrado em igual intervalo do ano passado.

Maior exportadora do setor, a Bunge acusou o arrefecimento da demanda internacional pela soja produzida no paí­s e viu suas exportações recuarem 17,9% no míªs passado em relação a setembro de 2011, para US$ 604,8 milhões. Nos nove primeiros meses do ano, os embarques da multinacional a partir do Brasil caí­ram 0,18%, para US$ 5,075 bilhões.
http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/valor/2012/10/17/brf-brasil-foods-registra-forte-aumento-das-exportacoes-em-setembro.jhtm

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top