#BRF inicia transferíªncia de ativos í  Marfrig

#BRF inicia transferíªncia de ativos í  Marfrig

A Marfrig Alimentos S.A. (“Marfrig” – Bovespa: MRFG3; ADR ní­vel 1: MRTTY) e a BRF – Brasil Foods S.A. (“BRF” – Bovespa: BRFS3; NYSE: BRFS) vem informar ao mercado e a seus acionistas o iní­cio do cumprimento do Contrato de Permuta de Ativos e Outras Avenças (“Contrato”) celebrado entre as Companhias no dia 20 de março de 2012 e parecer emitido pelo CADE no dia 23 de maio de 2012, com a transferíªncia da BRF para a Marfrig das unidades industriais de Duque de Caxias (RJ) e Lajes (SC) e dos Centros de Distribuição de Salvador (BA), Campinas (SP), Brasí­lia (DF) e São José dos Pinhais (PR). Aproximadamente 3.800 colaboradores foram integrados e os processos e sistemas de informações de produção foram conectados ao sistema de gestão da Seara Foods. Os acionistas da Quickfood S.A. (“Quickfood”) deliberaram, por unanimidade, em Assembleia Geral Extraordinária, realizada em 31 de maio de 2012, pela aprovação da segregação de determinados ativos frigorí­ficos que não fizeram parte da referida permuta, tornando a Quickfood livre para transferíªncia í  BRF. Adicionalmente, a partir do dia 01 de junho de 2012 a gestão da Quickfood passou a ser realizada pela BRF, com a total segregação dos sistemas de informação. As empresas irão manter o mercado informado a cada nova etapa realizada.
Fonte: Assessoria

Tags: ,
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top