Cadeia produtiva do leite será discutida em Colméia

Cadeia produtiva do leite será discutida em Colméia

Para fortalecer a produção e melhorar a competitividade do leite tocantinense, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário e suas vinculadas, Adapec e Ruraltins, juntamente com o Sebrae Tocantins, realizam o III Seminário Estadual do Leite e o I Encontro de Técnicos e Produtores do Projeto Balde Cheio. O evento será no próximo dia 13 de abril, no ginásio de Esportes de Colméia, cidade localizada a 215 km de Palmas, Noroeste do Estado.

No encontro serão discutidos temas como: legislação, qualidade, manejo de pastagens, situação e perspectivas do projeto Balde Cheio no Estado e apresentação do caso de sucesso em cooperativismo e associativismo em produção, no estado de Goiás. Também serão repassadas cartilhas sobre a Instrução Normativa nº 51 do Mapa – Ministério da Agricultura, da Pecuária e do Abastecimento e cartilhas sobre o kit Embrapa de Ordenha Manual.

De acordo com o coordenador de Desenvolvimento Animal da Seagro, Cláudio Luiz Sayão Lobato, ao promover o seminário a Secretaria, o Sebrae e demais instituições visam ainda atender a demanda das agroindústrias do setor, no sentido de ampliar a produção leiteira no Estado. “Hoje existe uma capacidade produtiva ociosa, que pode ser melhor aproveitada com o incentivo e a inovação tecnológica no campo”, completa.

O evento será destinado a produtores, empresários de laticí­nios, integrantes de associações e cooperativas do setor, bem como estudantes e pessoas ligadas ao setor produtivo do leite no Tocantins.

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top