Cí¢mara Técnica do Leite identificará pequenos produtores

#Cí¢mara Técnica do Leite identificará pequenos produtores de MT

A partir dos dados do Diagnóstico da Cadeia Produtiva do Leite de Mato Grosso, estudo feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a pedido da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), a Cí¢mara Técnica da Cadeia Leiteira de Mato Grosso vai identificar os pequenos produtores de leite do estado. A pesquisa, que ouviu 380 produtores, 23 indústrias e 10 cooperativas, constatou que 92% dos produtores produzem até 200 litros ao dia e são considerados de pequeno porte. O objetivo da Cí¢mara é mapear o setor em todo o estado para traçar estratégias para alavancar a cadeia em Mato Grosso.

A Cí¢mara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite é formada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Mato Grosso (Sedraf), Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistíªncia e Extensão Rural (Empaer), Famato, Organização e Sindicato das Cooperativas Brasileiras de Mato Grosso (OCB-MT), Serviço Brasileiro de Apoio í s Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MT) e outras entidades.

A identificação será feita pela Empaer em parceria com as cooperativas de leite e secretarias municipais de agricultura. Segundo o analista de pecuária do Núcleo Técnico da Famato e coordenador da Cí¢mara Setorial da Cadeia Leiteira de Mato Grosso, Carlos Augusto Zanata, a coleta de dados será feita em todo o estado. “A partir desta identificação, conhecendo este pequeno produtor, poderemos traçar as estratégias de ação para aumentar a produção leiteira do estado. Atingindo este grupo, que responde pela maior parte da produção, o impacto em toda a cadeia será muito grande, tanto no volume de produção quanto na rentabilidade destes pequenos produtores”, explica Zanata.

Em Mato Grosso existem 20,9 mil propriedades leiteiras que produzem uma média de 92,6 litros de leite por dia. O estado responde por 2,3% da produção nacional de leite, ocupando a 10ª posição no ranking brasileiro. “Esta participação, apesar de ainda ser pouco representativa, demonstra os desafios que ainda temos que enfrentar para tornar este setor mais atrativo e desenvolvido no estado”, argumenta o presidente da Famato, Rui Prado.

Apresentação – Na última semana, o Diagnóstico da Cadeia Produtiva do Leite de Mato Grosso foi apresentado aos Sindicatos Rurais dos municí­pios mato-grossenses que fazem fronteira com a Bolí­via. O encontro foi realizado no Sindicato Rural de Vila Bela da Santí­ssima Trindade.

O Sistema Famato é composto pelas entidades Famato, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e os 86 sindicatos rurais existentes em Mato Grosso.
http://www.sonoticias.com.br/agronoticias/mostra.php?id=53126

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top