Censo do IBGE irá mostrar evolução da zona rural das cidades em 10

Censo do IBGE irá mostrar evolução da zona rural das cidades em 10 anos

Levantamento deve ser concluído em fevereiro. Censo agropecuário quer um retrato o mais fiel possível das atividades na zona rural.

O que estamos produzindo, em qual quantidade e quem são as pessoas que fornecem os nossos alimentos? Perguntas como essas devem ser respondidas por quem mora na zona rural aos recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), que estão espalhados por todo o Brasil.
As equipes vão fazer um levantamento para mapear a atividade agropecuária. Não importa se a propriedade é grande ou pequena, todas serão visitadas.
Censo do IBGE irá mostrar evolução da zona rural das cidades em 10 anos

As respostas vão direto para uma base nacional de dados. O recenseador chega nas localidades identificado por um colete e um crachá. Um aparelho com GPS carrega um questionário digital capaz de agilizar a pesquisa.
A entrevista dura em média 20 minutos. A propriedade do zootecnista Leandro Costa Falco tem pouco mais de 50 hectares e já foi toda mapeada. Ele trabalha com cana-de-açúcar, seringueira, gado de leite, galinha, porco e cavalos.
As informações sobre todas essas atividades foram prestadas ao recenseador. O último levantamento desse tipo foi feito em 2007. O trabalho em andamento vai atualizar as informações, afinal muita coisa mudou no campo de lá para cá.
A coleta de dados deve terminar em fevereiro e a previsão é de que os resultados comecem a ser divulgados em maio.

https://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/nosso-campo/noticia/censo-do-ibge-ira-mostrar-evolucao-da-zona-rural-das-cidades-em-10-anos.ghtml

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top