CNA/Cepea: preço do #leite ao pecuarista sobe mais que o custo

CNA/Cepea: preço do #leite ao pecuarista sobe mais que o custo

 
A valorização do preço do leite pago ao produtor no primeiro semestre deste ano superou o aumento do custo de produção. No período, o preço médio do leite pago ao produtor (sem fretes e impostos) teve alta de 5,5%, em comparação com Custo Operacional Total (COT) de 2,66%, melhorando a margem do pecuarista, mostra levantamento do boletim Ativos da Pecuária de Leite, desenvolvido pela Superintendência Técnica da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).

A alta dos custos foi influenciada principalmente pelo encarecimento dos grupos Mão de Obra, Suplementação Mineral e Concentrados. Os preços de adubo e corretivos tiveram redução ao longo do semestre, limitando a elevação do acumulado ao longo do período, informa o boletim.

Os pesquisadores ressaltam que a seca prolongada observada no primeiro semestre em alguns Estados da Região Centro-Sul prejudicou a qualidade e disponibilidade de forragens para a alimentação dos animais. Além disso, a seca também atrapalhou a oferta de milho, ‘o que pode se refletir negativamente na produção e no aumento dos custos no segundo semestre’.

G1

Tags: , , , ,
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top