Concurso de Imperatriz avalia a qualidade dos derivados do leite

Concurso de Imperatriz avalia a qualidade dos derivados do leite

Fabricantes de todo o Nordeste inscreveram produtos na competição. Doces, queijos, iogurtes e bebidas lácteas são avaliados por especialistas.

Em Imperatriz, fabricantes de produtos derivados do leite de todo o Nordeste estão reunidos para uma competição de dar água na boca. Doces, queijos, iogurtes e bebidas lácteas começaram a ser avaliados por especialistas nesta quinta-feira (25) com o objetivo de melhorar a competitividade e a qualidade dos produtos.

Uma mesa farta, capaz de aguçar os mais exigentes paladares. Iogurtes, leite em pó e pasteurizado, além de doces e vários tipos de queijo. Tudo í  disposição de uma banca de juí­zes com experiíªncia em gastronomia e fabricação de alimentos. Cada produto é identificado apenas por um número. Os juí­zes não sabem o nome do fabricante, mas terão missão de avaliar cada um deles pela aparíªncia, pela textura e, principalmente, pelo sabor.

Maria Fontinele é engenheira de alimentos e professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Ela já participou de outros concursos lácteos e conta que, com tantas opções, não é fácil escolher os melhores. “Eu vou avaliar o visual [do produto] e, depois, desgustá-lo para ver, dentro do meu entendimento de qualidade, qual o valor que eu vou dar para ele”, explicou.

O concurso é levado tão a sério que os juí­zes ficam em salas separadas, com o objetivo de evitar qualquer tipo de interferíªncia na avaliação dos produtos. Empresas que fabricam alimentos í  base de leite de quase todos os Estados do Nordeste, inclusive do Maranhão, inscreveram produtos no concurso, que foi organizado pelo Sebrae como forma de melhorar a qualidade dos alimentos.

“O objetivo é de que a gente consiga mostrar a qualidade e elevar essa qualidade, partindo do princí­pio da inovação tecnológica na produção dos alimentos”, disse a diretora do Sebrae, Márcia Maria Moreira.

Para o membro da comissão organizadora do concurso, Adalto Lemos, competir é uma boa forma de melhorar os produtos. “A competição é sempre sadia. Ela leva ao enriquecimento e ao crescimento do mercado e dos produtos que são oferecidos aos consumidores”, finalizou.

G1.Globo

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top