Crise do setor leiteiro é grave para o país, avisa Lúcia Vânia

Crise do setor leiteiro é grave para o país, avisa Lúcia Vânia

 

Em discurso nesta terça-feira (17), a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) chamou atenção para a crise pela qual passa o setor de produção de leite no estado de Goiás e em todo o país. De acordo com a senadora, o preço pago aos produtores pelo litro de leite está muito baixo (entre R$ 0,80 e R$ 0,90) e não cobre todos os custos de produção.

— Quando falamos em produção de leite, estamos considerando uma extensa cadeia produtiva responsável pela geração de emprego e renda dentro e fora da porteira — afirmou.

Lúcia Vânia informou que o estado de Goiás tem cerca de 60 mil propriedades produtoras de leite, que empregam mais de 300 mil pessoas. São produtores de grande, médio e pequeno porte, além da produção familiar. A senadora disse que a crise do setor leiteiro é sem precedentes e que o futuro é incerto.

A senadora disse temer que Goiás repita o Rio Grande do Sul, estado onde 25 mil produtores abandonaram a atividade no último ano, devido ao baixo preço pago pelo litro de leite.

Lúcia Vânia sugeriu que o Plano de Aquisição de Alimentos e o Programa Nacional de Alimentação Escolar passem a priorizar a aquisição do leite brasileiro, o que pode ajudar na recuperação do setor. Também pediu que o produto seja incluído na Política de Garantia de Preços Mínimos.

— Não há outra atividade no campo que empregue ou utilize tanta mão de obra como o leite: são quatro milhões de pessoas nas diferentes etapas da cadeia produtiva. Além da relevância econômica, o leite tem igualmente uma importância social. No Brasil, o processo de fabricação caracteriza-se por ser familiar e por mais da metade da produção ser realizada em pequenas fazendas — destacou a senadora.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top