Custo de produção da pecuária leiteira aumentou em agosto

Custo de produção da pecuária leiteira aumentou em agosto

 
O Índice Scot Consultoria de Custo de Produção da atividade leiteira, que estava em queda desde fevereiro deste ano, registrou aumento de 0,1% em agosto, em relação ao mês anterior.

Além das altas nas cotações dos combustíveis/lubrificantes e de alguns defensivos agrícolas, o cenário de preços mais firmes para os alimentos concentrados, em especial o milho, colaborou para a alta do indicador.

No entanto, na comparação com agosto do ano passado, os custos de produção da atividade caíram 15,6%.

Com o recuo no preço do leite pago ao produtor e alta nos custos a margem da atividade diminuiu em agosto, mas continua melhor na comparação com agosto do ano passado.

Figura 1. Preço do leite ao produtor versus custos de produção da pecuária leiteira, base 100= janeiro de 2013.

 

Fonte: Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br

Em curto prazo, os aumentos nas cotações do milho e de outros alimentos concentrados deverão exercer pressão sobre os custos de produção da atividade. O clima seco e as pastagens em condições ruins seguirão demandando mais suplementação dos animais pelo menos até outubro.

E com as quedas esperadas no preço do leite ao produtor nos próximos pagamentos a expectativa é de estreitamento da margem.

https://www.scotconsultoria.com.br/noticias/todas-noticias/46762/custo-de-producao-da-pecuaria-leiteira-aumentou-em-agosto.htm

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top