Custos de importação de derivados de leite orçados em USD 200 milhões/ano

# Custos de importação de derivados de leite orçados em USD 200 milhões/ano

Devido í  escassez de fábricas de processamento de leite, Moçambique gasta, em média anual, cerca de 200 milhões de dólares norte-americanos na importação de derivados deste produto, segundo dados avançados pela empresa Cooperativa dos Produtores de Leite (COPOLEITE).

Até 2010, o custo de importação de produtos lácteos era de aproximadamente 147 milhões de dólares norte-americanos, de acordo ainda com aquela agremiação que aposta no processamento interno do leite produzido no paí­s como uma das soluções para minimizar a actual dependíªncia do paí­s em relação ao estrangeiro.

Devido í  baixa capacidade de processamento interno de leite, estima-se que cerca de tríªs mil litros daquele produto alimentar “não são devidamente aproveitados pelos produtores de leite”, lamenta ainda a firma, salientando que as poucas unidades activas no mercado nacional “carecem de equipamento moderno e sistemas de embalagem capazes de competir com operadores externos”.

As elevadas taxas aduaneiras para importação de equipamento e outros produ- tos utilizados naquele sector são outros dos constrangimentos que afectam o pleno desenvolvimento da indústria alimentar do ramo, lamenta a COPOLEITE.

Para atenuar a situação, a cooperativa projecta construir, a partir de 2013, uma fábrica de processamento de leite, numa região ainda por identificar, num investimento estimado em cerca de 80 milhões de meticais.

Refira-se que aquela cooperativa conta com 36 membros entre criadores de gado dos sectores familiar, pequenos e médios operadores, respon- sáveis pela criação de cerca de duas mil cabeças de gado bovino em todo o paí­s.

http://www.verdade.co.mz/economia/29325-custos-de-importacao-de-derivados-de-leite-orcados-em-usd-200-milhoesano

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top