Deputado sinaliza R$ 7 milhões para o Programa Planorte Leite - eDairy News

Deputado sinaliza R$ 7 milhões para o Programa Planorte Leite

O Programa Planorte Leite, construído a várias mãos, envolve, entre outros atores, a AMPLANORTE e a Epagri e visa produzir o melhor leite da região, com qualidade, segurança e confiabilidade. Famílias produtoras já estão cooperadas para alavancar a produção no Planalto Norte Catarinense.

Neste ano, através do Programa SC Rural, foi contratada uma consultoria para verificar a viabilidade de implantação de uma agroindústria no Planalto Norte. Através do estudo foi possível perceber que o mercado viabiliza a implantação e o trabalho, agora, é fazer com que o projeto saia do papel e alavanque a produção de lácteos da região.

Por isso, os prefeitos de Bela Vista do Toldo, Adelmo Alberti, também presidente da AMPLANORTE; de Monte Castelo, Jean Carlo Medeiros de Souza e de Itaiópolis, Reginaldo José Fernandes Luiz e o Secretário Executivo da Associação, Helio Daniel Costa estiveram em Brasília na última semana para angariar fundos para a execução do projeto.

O deputado Federal Mauro Mariani sinalizou R$7 milhões para a construção do laticínio, recurso este que pode vir da floresta nacional de Três Barras. Agora a comissão de execução do programa vai avaliar, junto ao governo, quais caminhos tomar, se haverá parceria público/privado ou se há necessidade analisar uma outra forma para que o laticínio se torne uma realidade.

Deputado sinaliza R$ 7 milhões para o Programa Planorte Leite

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top