Deputados aprovam isenção de tributos para ração bovina na Comissão

Deputados aprovam isenção de tributos para ração bovina na Comissão de Agricultura

Segundo a FPA, as tarifas tributárias chegam a elevar em mais de 9% o preço final do leite e da carne Farming Brasil Foi aprovado na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, na terça-feira (19/12), o Projeto de Lei 6380/16 Lei que isenta a contribuição tributária (PIS/Pasep e Cofins) incidente sobre a importação e a receita bruta do comércio doméstico de ração bovina e para búfalos. Agora, a proposta segue para análise terminativa nas comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Tributos para ração bovina De autoria do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o PL contou com a relatoria do deputado Evair de Melo (PV-ES), também integrante da Frente. Para o relator, a medida tem influência positiva no custo de vida dos brasileiros. “O benefício reduzirá o valor da produção pecuária e deve repercutir nos preços dos produtos, com efeito positivo sobre o custo de vida da população brasileira, favorecendo o controle inflacionário”, disse Evair. Segundo o deputado Goergen, autor do projeto, as tarifas tributárias chegam a elevar em mais de 9% o preço final do leite e da carne. Tributos para o leite De acordo com comunicado da FPA, com o objetivo de compensar a renúncia fiscal, o projeto sugere a unificação das alíquotas da contribuição sobre a receita bruta das empresas de ração destinada à Seguridade Social (4,5% e 2,5%), em substituição à contribuição previdenciária patronal. Para o presidente da Abraleite, Geraldo Borges, a isenção trará competitividade aos lácteos brasileiros no mercado internacional, além de desonerar a cadeia produtiva do leite no Brasil.

Deputados aprovam isenção de tributos para ração bovina na Comissão de Agricultura

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top