Desaceleração da produção de leite no 3º trimestre

Desaceleração da produção de leite no 3º trimestre

O IBGE divulgou os resultados da Pesquisa Trimestral do Leite para o terceiro trimestre do ano, apontando uma produção de 6,16 bilhões de litros de leite no Brasil. O crescimento em relação ao mesmo período de 2016 foi de 5,4% e, no acumulado entre janeiro e setembro, o Brasil produziu 17,7 bilhões de litros de leite, elevação de 4,3% na produção deste ano em relação à do ano passado. Relevante na informação divulgada pelo IBGE é a desaceleração do crescimento da produção no terceiro trimestre do ano, como mostra o gráfico 1.

Gráfico 1: Variação de captação brasileira em relação ao mesmo trimestre do anoanterior. Fonte: IBGE. Elaboração: MilkPoint Mercado.

Variação de captação brasileira de leite

Esta desaceleração tem relação direta com a queda na rentabilidade do produtor de leite brasileiro. O gráfico 2 mostra a evolução do Receita Menos Custo da Ração (RMCR), que tem relação direta com a margem de lucro dos produtores de leite e com os volumes de produção. É possível verificar que, no primeiro semestre deste ano, o indicador foi bem mais favorável se comparado a 2016; no entanto, as quedas de preço de leite ao produtor e o aumento de preços do farelo de soja e do milho pioraram drasticamente a situação no segundo semestre, o que explica a desaceleração no crescimento da produção verificada pelo IBGE.

Gráfico 2: Evolução do RMCR mensal nos últimos anos. Fonte: MilkPoint Mercado.

receita menos custo de ração

Entre os principais estados produtores do país (observe o gráfico 3), destaca-se o crescimento da produção no trimestre em Santa Catarina (+17,7% em relação ao terceiro trimestre de 2016), Rio Grande do Sul (+8,1%) e Goiás (+7,5%). O estado de São Paulo também apresenta crescimento expressivo no trimestre (+9,8% em relação a 2016) – mas, como a estatística do IBGE trata do leite formal “adquirido” pela indústria, é possível que, no caso paulista, o crescimento de volume venha não exclusivamente do crescimento da produção local, mas também de mais leite comprado por fábricas paulistas de fora do estado para processamento nestas plantas industriais.

Gráfico 3: Variação da captação no 3º semestre de 2017 em relação ao mesmo trimestre de 2016. Fonte: IBGE. Elaboração: MilkPoint Mercado.

Variação de captação brasileira de leite

A perspectiva é de que esta desaceleração no crescimento da produção continue no quarto trimestre do ano. Isto porque, além das quedas de preços ao produtor que continuaram em outubro e novembro (redução de quase 10 centavos/litro na soma dos dois meses), tivemos o atraso do início do período das chuvas em Minas Gerais e Goiás (que, no mês de outubro, trouxe uma reação temporária nos preços do leite spot e do leite UHT no “atacado”).

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

One Comment;

  1. Pedro de Oliveira Pinto said:

    O leite no Brasil tem uma remuneração aos produtores muito baixa, o que leva uma grande parte dos produtores a mudarem de ramo. Um outro aspecto a considerar é a baixa produtividade do leite/vaca no Brasil. que deve estar girando em torno de 4,5 litros/vaca em período de lactação. Sabemos que o Brasil é o quarto maior produtor de leite do mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos, da Índia e da China.

    Só para efeito de comparação, a produtividade média por vaca nos Estados Unidos é de 35 litros de leite/vaca/dia.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top