Dinheiro do #leite ainda vai demorar

Dinheiro do #leite ainda vai demorar

 

Gisele Loeblein:Produtores ainda lutam para conseguir receber pagamentos por matéria-prima entregue a empresas investigadas por suspeita de adulteração de produto
Passados mais de dois meses da quinta etapa da Operação Leite Compen$ado, produtores ainda lutam para conseguir receber os pagamentos por matéria-prima entregue às empresas Hollmann Laticínios, de Imigrante, e Pavlat, de Paverama. As duas são investigadas na ação do Ministério Público Estadual por suspeita de adulteração do produto. E o pagamento, ao que tudo indica, deve demorar ainda mais.

– Muitos produtores entraram com ações. Eles não estão recebendo e o patrimônio deles é pequeno – diz Carlos Joel da Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (Fetag-RS).

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

A maior parte desses fornecedores são produtores familiares, com pequenos plantéis e que, em muitos casos, precisam se desfazer do patrimônio – até mesmo dos animais – para ficar em dia com suas contas.

Em decisão de primeira instância, a Justiça atendeu o pedido de ação civil pública, da Promotoria de Defesa do Consumidor e da promotoria de Teutônia, para bloquear os bens da Hollmann e do proprietário, preso durante a operação, no dia 8 de maio.

Mesma requisição foi feita para a Pavlat. Segundo o promotor Alcindo Bastos Filho, essa solicitação costuma ser feita para garantir futuras indenizações.

No caso da Hollmann, há ainda outra situação a se considerar: a empresa entrou com requerimento de recuperação judicial, que está sendo analisado.

Se for aceito, implicará a apresentação de um plano de pagamento no prazo de 60 dias. Há uma sinalização de que a opção seja pelo arrendamento da unidade – a exemplo do que ocorreu com a antiga VRS Indústria de Latícinios, em Estrela, arrendada por um grupo de empresários.

A Pavlat chegou a se reunir com grupo de produtores para tentar fazer uma agenda de pagamentos. Conforme a assessoria da empresa, a unidade, no entanto, está praticamente sem operação. Apenas parte dos compromissos estaria, então, sendo cumprida.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/campo-e-lavoura/noticia/2014/07/gisele-loeblein-dinheiro-do-leite-ainda-vai-demorar-4557155.html

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top