DuPont passa a adquirir componentes de culturas lácteas apenas de fornecedores que não usam rBST – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |14 mayo, 2018

Leite | DuPont passa a adquirir componentes de culturas lácteas apenas de fornecedores que não usam rBST

A DuPont Nutrition & Health anunciou que todos os componentes lácteos para a produção de culturas serão obtidos a partir de fontes livres de rBST.

A empresa identificou fontes locais confiáveis de ingredientes livres de rBST e garantiu a certificação de todos os fornecedores. O movimento foi em resposta à preferência do consumidor, de acordo com a DuPont.

“À medida que a transparência se torna a norma, os produtores de lácteos podem ter confiança na compra da DuPont para todos os ingredientes usados na fabricação de culturas”, afirmou Jeff Lambeseder, Gerente Regional de Produtos para Culturas. “As solicitações para produtos sem rBST aumentaram, por isso, visamos todas as fontes de lácteos certificadas necessárias e conseguimos realizar esse próximo marco em nossas ofertas de culturas”.

“As preferências em torno das culturas lácteas fazem parte da tendência mais ampla de rótulos limpos, que não deixaram de afetar os lácteos. Os consumidores estão prestando mais atenção aos rótulos e informações nutricionais de leite, queijo e outros produtos lácteos, tanto quanto outras categorias de alimentos. Os fabricantes de lácteos estão observando atentamente seus ingredientes para não apenas ter apelo junto aos consumidores, mas para apaziguar os varejistas de alimentos que lhes pedem essas mudanças tanto quanto os consumidores”.

Os consumidores estão se tornando mais exigentes quanto aos ingredientes e o desejo por produtos lácteos livres de rBST é parte de uma tendência mais ampla em direção à rotulagem dos alimentos e a menos ingredientes artificiais. Embora os produtos sem rBST estivessem amplamente disponíveis na Europa, a empresa tornou isso possível para a América do Norte por meio de opções locais. “O principal desafio em fornecer soluções para diferentes mercados é a diferença nas preferências de sabor e textura, especialmente no queijo e lácteos frescos. Não apenas as soluções precisam ser adaptadas para vários países, mas também diferentes regiões geográficas dentro de um país”, observa ele.

“Temos trabalhado diligentemente em fontes locais de lácteos. Certificar-se de que toda a documentação e certificação adequadas estavam em vigor demorou um pouco, mas agora podemos dar aos nossos clientes a garantia que desejam”.

Enquanto a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA determinou que não há diferença significativa entre o leite de vacas tratadas com rBST e o leite que não é, a decisão de remover a rBST foi tomada em resposta à preferência do consumidor global. Essa mudança complementa outras ofertas da DuPont Nutrition & Health para a indústria de lácteos. “Nosso próximo passo é acompanhar nossos fornecedores em relação a suas promessas e certificações. Além disso, estamos sempre nos certificando de que temos suprimentos secundários e terciários para segurança”, conclui.

 

Fonte: Milk Point

Imagem: Milk Point

Autor: Milk Point

 

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas