Empresas de #laticínios de Campos, RJ, recebem selos de qualidade – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |23 julio, 2014

Indústria | Empresas de #laticínios de Campos, RJ, recebem selos de qualidade

A Imbelak foi uma das beneficiadas. Depois de dez anos de funcionamento recebeu o certificado. Atualmente, com três funcionários, produzindo…

A Imbelak foi uma das beneficiadas. Depois de dez anos de funcionamento recebeu o certificado. Atualmente, com três funcionários, produzindo 950 litros de leite, que garantem a fabricação de 97 quilos de queijo diariamente.

Empresários precisam atender uma série de requisitos para receber selo.
Uma fazenda da região de Imbé se prepara para receber o certificado.
Duas empresas de laticínios da região do Imbé receberam o Selo de Inspeção Municipal (SIM) emitido pela Secretaria de Agricultura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Ambas tiveram que passar por um processo de melhorias e adequações para atender as especificações exigidas.

A Imbelak foi uma das beneficiadas. Depois de dez anos de funcionamento recebeu o certificado. Atualmente, com três funcionários, produzindo 950 litros de leite, que garantem a fabricação de 97 quilos de queijo diariamente.

Outra empresa beneficiada pelo SIM foi o Laticínio Bom Paladar, que tem quatro funcionários e beneficia 1.300 litros de leite diariamente, com uma produção de 120 quilos de queijo. Os produtos das duas empresas são comercializados no próprio município, que absorve toda a produção da região.

Uma terceira empresa da região se prepara para atender as exigências da Secretaria de Agricultura e aderir ao programa. A Fazenda Nossa Senhora da Penha vem realizando as obras necessárias e as adaptações previstas para que possa se integrar ao trabalho.

Após as melhorias, técnicos da secretaria vão avaliar as condições de produção — maquinário e matéria prima. Antes disso, eles passam as orientações necessárias para o cumprimento das exigências que vão resultar na emissão do SIM.

Por lei, qualquer produto de origem animal só pode ser comercializado dentro do município, estado ou do país mediante a inspeção detalhada por parte dos órgãos competentes. Após a emissão, o selo deve ser impresso nos rótulos dos produtos, para que sejam devidamente identificados, em casos de fiscalização sanitária.

http://g1.globo.com/rj/norte-fluminense/noticia/2014/07/empresas-de-laticinios-de-campos-rj-recebem-selos-de-qualidade.html

 

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas