Encadeamento produtivo reforça produção de leite na Zona da Mata e Vale do Guaporé - eDairy News

Encadeamento produtivo reforça produção de leite na Zona da Mata e Vale do Guaporé

O Sebrae em Rondônia, em parceria com a empresa Laticínios Miraella, de Rolim de Moura, firmaram parceria para desenvolver o projeto “Encadeamento Produtivo Miraella Mais Leite”. Até o final de 2018, o objetivo é atender cerca de 60 produtores de leite do município e de outras cidades das regiões da Zona da Mata e Vale do Guaporé – São Felipe do Oeste, Castanheiras, Novo Horizonte do Oeste, Nova Brasilândia do Oeste, São Miguel do Guaporé e Seringueiras – todos fornecedores da empresa âncora do projeto.

É através desse projeto que o Sebrae oferece consultorias especializadas em produção leiteira e gestão da propriedade, a fim de melhorar os índices de produtividade e competitividade entre os fornecedores. Outro objetivo é estreitar o relacionamento com as grandes empresas para ampliar a capacidade de entrega.

“Hoje estamos trabalhando com apenas 30% da nossa capacidade. Esperamos que o projeto seja multiplicador e que, em três anos, possamos melhorar nosso trabalho e atingir nossa meta de 60% de produção”, afirma o empresário do Laticínio Miraella, Pedro Bertelli.

De acordo com o analista do Sebrae em Rolim de Moura, Noelber Guaitolini Gonçalves, atualmente o projeto atende cerca de 50 produtores, com a intenção de chegar a 60 nos próximos meses. “Nosso trabalho consiste em levar conhecimento, tanto da parte técnica, como a produção leiteira e cuidados com a nutrição do animal, quanto da parte de gestão do negócio, com seus custos e investimentos”, salienta.

Além das consultorias realizadas por uma equipe composta por um zootecnista, um veterinário, um agrônomo e um coordenador, os produtores ainda participam de visitas a outras propriedades para trocarem experiências. “Essa visita é realizada periodicamente, em propriedades dos próprios participantes do projeto ou não, justamente para que possam trocar ideias sobre a produção de leite”, explica Noelber.

Valdecir Estércio Novaes, produtor de leite em Rolim de Moura, é um dos integrantes do projeto. Para ele, o projeto melhorou o trabalho e ainda lhe traz boas perspectivas. “Está sendo muito bom. Daqui a seis meses minha produção mudará da água para o vinho. Estou satisfeito, pois hoje tenho menos gastos e mais produção”, comemora.

O projeto ainda conta com a parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária de Rondônia (Seagri), da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), da Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), além do Banco do Brasil e o Banco da Amazônia.

http://www.tudorondonia.com/noticias/encadeamento-produtivo-reforca-producao-de-leite-na-zona-da-mata-e-vale-do-guapore,63899.shtml

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top