Estado de Alagoas terá Polo de Tecnologia do Leite

#Estado de Alagoas terá Polo de Tecnologia do Leite

O secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Agrário, José Marinho Júnior, anunciou, durante a abertura do 15⁰ Seminário para Produtores de Leite e Derivados (Proleite), na Expoagro 2012, a construção de um Polo de Tecnologia do Leite, que vai atender í s demandas da cadeia produtiva quanto ao desenvolvimento tecnológico e qualitativo da produção alagoana. Alagoas ocupa hoje a primeira posição em produtividade no Nordeste e a quinta no Brasil.

Diante de técnicos, estudantes e profissionais do setor produtivo leiteiro, o secretário de Agricultura ressaltou a importí¢ncia do setor produtivo para a economia do Estado e revelou que, nos próximos dias, o governador Teotonio Vilela Filho vai a Batalha, onde será instalado o polo, para lançar a pedra fundamental.

“Será um investimento de R$ 8 milhões, que contemplará laboratórios de análise de qualidade, unidade de pesquisa para alimentação eficiente do gado, tudo visando socializar as oportunidades seja para o produtor ou indústrias. Com essa ação, botamos em prática mais uma polí­tica do Governo de Alagoas, em parceria com outras secretárias, buscando a efetivação do homem no campo com investimentos”, destacou Marinho.

Fonte: Agíªncia Alagoas

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top