Estudo reafirma o papel da proteí­na do soro do leite

#Estudo reafirma o papel da proteí­na do soro do leite

í€ medida que os consumidores mais preocupados com saúde buscam melhorar seu bem-estar geral, a proteí­na do soro do leite – uma proteí­na láctea completa e de alta qualidade – tem todos os aminoácidos necessários para construir e manter a massa muscular magra. Um estudo apresentado recentemente na Reunião Anual do American College of Sports Medicine (ACSM) descobriu que a proteí­na do soro do leite é mais efetiva no desenvolvimento da musculatura magra quando comparado com a proteí­na da soja.

Os produtores de leite e a indústria de lácteos dos Estados Unidos vem há um tempo realizando pesquisas cientí­ficas com o foco em entender melhor e promover o valor dos ingredientes lácteos. “Os consumidores estão buscando seus alimentos e bebidas não somente pelo sabor, mas para apoiar seu estilo de vida saudável também”, disse a vice-presidente síªnior de Marketing Global do Conselho de Exportação de Lácteos dos Estados Unidos (USDEC), Vikki Nicholson. “A proteí­na do soro do leite é um ingrediente lácteo ideal para ajudar a suprir essas demandas – é fácil de digerir e uma proteí­na completa fornecendo uma das melhores fontes de aminoácidos de cadeia ramificada”.

O estudo, financiado pelo Dairy Research Institute e apresentado no ACSM pelo principal pesquisador do estudo, Jeff Volek, professor associado da Universidade de Connecticut, acompanhou participantes por nove meses í  medida que eles realizavam um programa de treinamento de resistíªncia tríªs vezes por semana. Um grupo recebeu 20 gramas de concentrado de proteí­na do soro do leite e o outro recebeu a mesma quantia de isolado de soja diariamente (ao café da manhã nos dias sem treino ou imediatamente após o exercí­cio).

“Após nove meses de treino de resistíªncia, todos os participantes apresentaram aumentos na massa muscular magra. Os ganhos para os participantes que consumiram proteí­na do soro do leite (3,3 quilos) foram significantemente maiores do que os dos participantes que consumiram proteí­na de soja (1,8 quilos) – potencialmente devido ao teor de aminoácidos de cadeia ramificada da proteí­na do soro do leite”.

O estudo teve crescentes resultados de pesquisa que mostraram o valor do treino de resistíªncia combinado com a suplementação de proteí­na do soro do leite na construção de massa muscular magra. A proteí­na do soro do leite contém naturalmente leucina, um aminoácidos de cadeia ramificada que tem um papel significante na manutenção e reparo dos músculos. Esse aminoácido não pode ser produzido pelo corpo e precisa ser obtido através dos alimentos.

“A proteí­na é um nutriente essencial que tem um papel muito importante na dieta dos americanos. Além de construir e reparar os músculos, ela tem mostrado aumentar a saciedade e pode combater a perda de massa muscular relacionada í  idade”, disse o diretor de pesquisa em nutrição do Dairy Research Institute, Keigan Park.

Além disso, a proteí­na do soro do leite fornece esses benefí­cios com um sabor bom e neutro, tornando-o um ingrediente ideal, especificamente para os consumidores que estão preocupados com sua saúde.

A reportagem é do Dairy Herd

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top