Falta de chuva reduz produção de #leite e faz o preço aumentar

Falta de chuva reduz produção de #leite e faz o preço aumentar

 

Tipo longa vida subiu 3,2% em março em relação a fevereiro. Oferta diminuiu em SP, MG, PR e GO, que estão entre maiores produtores.

 

A falta de chuva nos últimos meses reduziu a produção de leite e fezm o preço aumentar. O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), da Fundação Getúlio Vargas, divulgado nesta segunda-feira (7), mostra que o leite tipo longa vida subiu 3,20% em março em relação a fevereiro.

 

O que é percebido nos supermercados é reflexo do que está acontecendo no campo. O leite, como outros produtos agrícolas, fica mais caro na estiagem. Normalmente, ela vai de abril a setembro. Mas, neste ano, ela veio antes, desde janeiro.

 

A pouca chuva diminuiu a oferta de leite no Paraná, em São Paulo, em Minas Gerais e em Goiás, que estão entre os maiores produtores do país.

 

“O problema é que estamos entrando na época mais seca do ano e, como os pastos não vão conseguir se recuperar nesse período, vamos ficar com esse preços altos até o fim do ano”, explica o economista José Carlos Hausknecht.

 

O aumento do leite puxou o preço de alguns derivados, como o iogurte e o requeijão. Eles subiram, em média, 1,55% em março.

 

http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2014/04/falta-de-chuva-reduz-producao-de-leite-e-faz-o-preco-aumentar.html

 

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top