Financiamento í  produção agrí­cola movimenta R$ 491,6 mi

Financiamento í  produção agrí­cola movimenta R$ 491,6 mi

Linhas visam ampliar oferta de cana, carne e leite
Linhas de financiamento ao produtor criadas pelo Plano Agrí­cola e Pecuário 2011/2012 movimentaram R$ 491,6 milhões de julho de 2011 a fevereiro de 2012, de acordo com balanço divulgado nessa segunda-feira (9) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os financiamentos visam ampliar a oferta de cana-de-açúcar, carne e leite no médio prazo.

Para a expansão e renovação de canaviais, por exemplo, o limite por produtor é de R$ 1 milhão, com prazo de cinco anos, incluindo caríªncia de 18 meses. No caso da aquisição de matrizes e reprodutores bovinos e bubalinos o limite é de R$ 750 mil, com prazo para pagamento de cinco anos e caríªncia de 24 meses. A taxa de juros é de 6,75% ao ano para ambas as linhas.

No í¢mbito da linha para a aquisição de matrizes e reprodutores bovinos os valores concedidos somaram R$ 2,7 bilhões (R$ 1,5 bilhão destinado í  aquisição de animais para produção de carnes e R$ 1,2 bilhão a animais de aptidão leiteira).

Na avaliação do diretor do Departamento de Economia Agrí­cola do Mapa, Wilson Vaz de Araújo, por se tratar do primeiro ano de criação da linha, o desempenho é excelente e mostra o interesse dos produtores na expansão e melhoria de suas atividades. A expectativa é de que, esses investimentos contribuam para ampliar a oferta de etanol, carne e leite, no médio prazo. Também se espera melhorar a renda dos produtores que se dedicam a essas atividades e possibilitar maior regularidade no suprimento e nos preços desses produtos aos consumidores.

99,78% das amostras de alimentos estão dentro dos padrões

As carnes, o leite, os ovos e pescados consumidos pelos brasileiros estão, quase que em sua totalidade, de acordo com os padrões de conformidade determinados pelo Plano Nacional de Controle de Resí­duos e Contaminantes (PNCRC/Animal). De 19.267 análises realizadas em 2011, 99,78% foram consideradasdentro do padrão. O í­ndice é semelhante ao registrado em 2010: 99,83%. Apenas 42 amostras – 0,22% do total – apresentaram irregularidades, de acordo com o monitoramento do programa em carnes (bovina, suí­na, equina, de avestruz e de aves), leite, ovos, mel e pescado, realizado pelo Mapa.

O principal problema encontrado foi o alto í­ndice de detecção de arsíªnio em pescado de captura, diagnosticado em 18 casos. O Mapa monitora a quantidade de resí­duos de produtos veterinários aplicados nos alimentos pelos produtores rurais, como antimicrobianos e vermí­fugos. O ministério identifica também se os produtores estão obedecendo í s recomendações de uso aprovadas e disponí­veis na bula do medicamento.

http://www.pantanalnews.com.br/contents.php?CID=83941

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top