Fiscais distribuem leite para protestar contra fim da greve

#Fiscais distribuem leite para protestar contra fim da greve

No dia 10, STJ determinou que fiscais agropecuários voltassem ao trabalho. Os fiscais atuam no controle, inspeção e vigilí¢ncia animal e vegetal.

Fiscais federais agropecuários distribuí­ram 3,5 mil litros de leite em frente ao Ministério da Agricultura nesta terça-feira (14) para protestar contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determinou o fim da greve.

A paralisação dos fiscais começou no dia 6 de agosto e foi interrompida na sexta-feira, dia 10 de agosto, após o STJ acatar pedido da Advocacia-Geral da União (AGU).

Os fiscais atuam no controle, inspeção e vigilí¢ncia animal e vegetal. O STJ também determinou a manutenção de 70% da categoria em áreas essenciais dos departamentos e coordenações da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério.

Para a União, a fiscalização em frigorí­ficos, portos, aeroportos e manipulação de alimentos de origem vegetal e animal não pode ser interrompida por ser o agronegócio um dos setores mais importantes da economia brasileira. “Devido í  natureza do trabalho, o número de fiscais que continuam no posto não pode ser definido exclusivamente pelo sindicato e sim com aval da administração”, diz a AGU, no pedido de liminar.

Segundo o presidente do Sindicato dos Fiscais Federais agropecuários (ANFFA Sindical), Wilson Roberto de Sá, o leite foi escolhido por ser um gíªnero desprezado pelo governo nas exportações.

Apesar da manifestação, o presidente garante que a determinação do STJ está sendo cumprida e que o sindicato já entrou com recurso contra a decisão.
Fonte: Do G1, em Brasí­lia

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top