Fonterra: Novo recorde mundial de produção de leite em pó

Fonterra: Novo recorde mundial de produção de leite em pó

A gigante do setor lácteo da Nova Zelí¢ndia, Fonterra, registou um novo recorde mundial na produção de leite em pó. A Edendale Drier 4 (ED4) unidade daquela cooperativa leiteira, que é a maior unidade de secagem de leite do mundo, produziu um recorde mundial de 20.826 toneladas de leite em pó no míªs passado.

A unidade de secagem, que representou um investimento  de 175 milhões de dólares converte 100 litros de leite em 10 quilos de leite em pó a cada segundo. O responsável de operações da Fonterra, Keith Mason, disse que quebrar a marca de 20.000 toneladas/míªs é o resultado do trabalho de uma equipa de 550 pessoas que trabalham actualmente em Edendale.

“A ED4 não é somente a maior unidade de secagem de leite do mundo; é também nosso bem mais eficiente de processamento, Qualquer coisa que se possa fazer para alavancar a escala da ED4 reduzirá custos operacionais e direcionará fortes retornos aos nossos produtores”.

A unidade de secagem foi construí­da e instalada pela Tetra Pak, que disse estar satisfeita pela ED4 ter fornecido capacidade e um bom desempenho para a Fonterra durante a campanha de produção recorde de leite. A unidade enorme ficou apenas 3,84 horas parada em Março e deverá produzir 12,5% mais leite em pó do que na campanha produtiva passada.

Fonte: Nzherald.co.nz

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top