Glauco R.Carvalho, da Embrapa: "devemos batalhar pelo aumento do

Glauco R.Carvalho, da Embrapa: “devemos batalhar pelo aumento do consumo e das exportações”

“Eficiência e gestão. É preciso melhorar a produtividade das vacas, da mão de obra e do capital investido, já que, atualmente, na média, temos muito capital investido para pouco leite. E no caso da mão de obra, a produtividade é muito baixa. Talvez o principal gargalo das fazendas hoje seja a gestão de recursos humanos. É preciso evoluir nos treinamentos e melhorar a produtividade. Temos um salário relativamente baixo em relação ao padrão mundial. Mas como a produtividade da mão de obra é baixa, o custo por litro de leite acaba ficando elevado”. Essa é a opinião de Glauco Rodrigues Carvalho, Ph.D. em Economia Agrícola e Pesquisador da Embrapa Gado de Leite, sobre quais são as principais premissas para que o produtor de leite melhore a sua competitividade no campo.

Ele será um dos palestrantes do painel “Mercado de leite e Organização da Cadeia Produtiva”, no Interleite Brasil 2018 e a sua palestra terá o seguinte tema “Os drenos da nossa competividade da cadeia do leite: o que não estamos vendo e deveríamos ver?”

O painel será moderado por Juliano Silveira, da CCPR (Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais) e também contará com outros palestrantes, como Valter Galan, do MilkPoint Mercado; Nivaldo Gonçalves de Oliveira, produtor em Rio Verde/GO e presidente da Proleite e Marcelo Maldonado Cassoli, produtor em São João Batista do Glória/MG e presidente da Aproleite.

Em entrevista exclusiva concedida ao MilkPoint, Glauco acrescentou que temos muitos desafios para enfrentar, sobretudo, ligados aos tópicos apontados anteriormente: eficiência e gestão, tanto de produtores, quanto da indústria de laticínios. “A nossa cadeia é muito fragmentada em todos os elos, o que prejudica nossa competitividade. Isso acaba dificultando o delineamento de políticas setoriais, como a de qualidade do leite, por exemplo. Precisamos melhorar nossa produção de sólidos. Mas também, precisamos avançar nos processos de inovação, pois são produtos inovadores que irão puxar o consumo e a expansão da cadeia produtiva”.

“Quando a economia não cresce, ficamos com excesso de oferta”

Glauco destacou que o setor precisa ‘suar a camisa’ para melhorar o consumo e as exportações. “Atualmente, dependemos exclusivamente do nosso mercado e quando a economia não cresce, ficamos com excesso de oferta. Consequentemente, os preços caem e os problemas aparecem. Nosso principal mercado continuará sendo o doméstico, mas é preciso criar um canal de escoamento de excedentes. Imagina se toda a soja, café e frango tivessem de ser consumidos internamente? Precisamos pensar em um mecanismo para drenar excessos de oferta. Mas para isso nossa competitividade precisa melhorar. Temos de trabalhar questões sanitárias, a eficiência da cadeia produtiva e sua organização”.

Segundo ele, se faz necessária a criação de uma estratégia de longo prazo e lembrança de que as exportações envolvem grandes desafios à medida que o mercado se torna mais aberto. “É preciso estar preparado para um alinhamento ao preço internacional. Ou seja, quando o preço cai lá fora vai cair aqui também. A exigência de eficiência e competitividade fica muito eminente. E, vale lembrar, que questões comerciais, como barreiras técnicas, logo surgem quando se desponta no comércio mundial”.

Com relação ao Interleite Brasil 2018, que mostrará o que os melhores do leite estão fazendo e para onde eles estão indo, Glauco garante que será um belo evento, com muita informação e troca de experiências. “É uma ótima oportunidade de atualização, de construção de parcerias, encontro de amigos e até um ambiente propício para fazer novas amizades. Nos vemos lá”.

E para você que não quer perder o melhor evento do setor leiteiro no Brasil, temos uma dica valiosa: as inscrições com desconto do Interleite Brasil 2018 podem ser realizadas até amanhã, dia 19 de junho. 

https://www.milkpoint.com.br/noticias-e-mercado/giro-noticias/glauco-r-carvalho-da-embrapa-precisamos-batalhar-pelo-aumento-do-consumo-e-das-exportacoes-208734/

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top