Governador anuncia medidas para combater efeitos da estiagem

Governador anuncia medidas para combater efeitos da estiagem

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, anunciou nesta quinta-feira (17) um conjunto de ações de combate í  estiagem que já afeta mais da metade dos municí­pios pernambucanos. Entre as medidas, estão o aumento no preço que o Governo pagará pelo litro de leite que é comprado dos pequenos produtores, a compra de estoques de milho para alimentar animais e a suspensão do ICMS sobre a ração animal. O Governo Federal, dentro do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE), disponibilizou R$ 1 bilhão de crédito emergencial e 30 técnicos serão contratados pelo estado para auxilixar os produtores a acessar essa linha de crédito.

O litro do leite da vaca que custava R$ 0,76 passa a custar R$ 1,00. Já o leite de cabra passa de R$ 1,30 para R$ 1,65, um aumento de cerca de 20%. Atualmente, 80% da produção leiteira do estado, que é de 1,8 milhão de litros víªm da agricultura familiar. O anúncio das medidas aconteceu em Itaí­ba, a 332 km de Recife, a cidade pernambucana com maior produção leiteira e a décima terceira do ranking brasileiro.

Sobre a suspensão da cobrança do ICMS sobre a ração animal, Eduardo afirmou que também solicitou a isenção do tributo aos estados vizinhos que comercializam o produto em Pernambuco. “Acredito que até terça-feira terei uma resposta”, estima. Já o Governo Federal concedeu desconto de mais de 50% no preço do milho para os pequenos agricultores. O quilo do alimento, que normalmente é comercializado a R$ 40, será adquirido por R$ 18,10. Cada produtor poderá comprar até 60 kg.

http://ne10.uol.com.br

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top