Governo de MG facilita regularizações dos produtores de queijo artesanal

Governo de MG facilita regularizações dos produtores de queijo artesanal

Objetivo é comercializar o produto com mais segurança e permitir que os produtores rurais possam agregar valor a sua renda

O Brasil Rural desta segunda-feira, 12, fala sobre a regularização dos produtores de queijo minas artesanal produzido no Estado. Com uma nova metodologia simplificada, o plano de ação do governo de Minas Gerais envolve os produtores regularizados e os não regularizados que devem solicitar o procedimento junto ao Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

A Emater-MG também deve atuar orientando os produtores e realizando treinamentos. Enquanto a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) vai auxiliar nas pesquisas e avaliações laboratoriais.  O trabalho conta ainda com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) para a realização de cursos e treinamentos.

Queijo campeão da Serra da Canastra

Sobre este assunto, Marcelo Ferreira conversou com o superintendente de Apoio à Agroindústria da Secretaria de Agricultura de MG, Gilson Sales. A ideia, segundo ele, é fazer com que esse queijo artesanal possa ser comercializado com mais segurança para os consumidores e ao mesmo tempo permitir que os produtores rurais possam agregar valor a sua renda, produzir seu queijo na fazenda e permanecer em suas propriedades. Na entrevista, Gilson cita também as boas práticas de fabricação.

http://radios.ebc.com.br/brasil-rural/2018/03/governo-de-mg-facilita-regularizacoes-dos-produtores-de-queijo-artesanal

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top