Impacto da oferta de leite sobre o preço pago aos produtores – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |6 junio, 2016

Leite | Impacto da oferta de leite sobre o preço pago aos produtores

No último dia 1º de junho comemoramos o dia mundial do leite, e esse é um momento de reflexão sobre o que vem ocorrendo com o preço pago ao produtor no campo. O que está acontecendo?

 

Com a queda na oferta de leite no mercado nacional, é observado o aumento consecutivo no preço pago por litro aos produtores nos últimos meses e a tendência é só aumentar.

Segundo dados da Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da USP, em maio deste ano a alta no preço pago por litro de leite chegou ao patamar de 14,3%, maior que o mesmo período do ano passado, no preço médio pago livre de frete e impostos chegou a R$ 1,1571/litro. Já o preço bruto médio foi de 1, 2654/litro, um aumento de 15% em relação ao mesmo período em 2015.

Fonte: Cepea-Esalq/USP e PTL-IBGE.

Índice de Captação de Leite – Até abril 2016. — Fonte: Cepea-Esalq/USP e PTL-IBGE.

A baixa na oferta de leite se deve principalmente ao clima desfavorável às pastagens nas principais regiões produtoras e a alta nos preços dos grãos, que são a base suplementar da alimentação do rebanho nacional. Isto acaba resultando em um momento de forte disputa entre as industrias pela matéria prima dos produtos lácteos e deve-se manter pelos próximos meses, segundo Cepea. Consequentemente, resulta em um aumento nos preços dos produtos derivados do leite, como o queijo e o iogurte.

Apesar do cenário favorável, os elevados custos de produção, geadas no Sul do país e a constante migração dos produtores da bovinocultura de leite para a bovinocultura de corte, continuam desestimulando a produção. Já na oferta, o Índice de Captação de Leite do Cepea (Icap-L/Cepea) teve uma queda de 3,38% em abril considerando os estados que fazem parte da pesquisa, mas a tendência é ir se recuperando nos próximos meses no Sul devido a oferta das forrageiras de inverno.

No mercado atacadista de São Paulo, os preços continuam registrando altas devido a diminuição na oferta e pelo aumento na demanda, quando comparado com os meses anteriores. A média registrada em maio do leite UHT chegou a R$ 2,9250/litro, um valor 6,88% superior ao mês anterior.

Portanto, é possível observar que os laticínios têm reajustado positivamente os valores pagos no litro de leite levando em consideração seus custos de produção, isso deve-se principalmente à baixa produção no campo o que afeta o valor dos produtos derivados oferecidos ao consumidor. Isto reforça ainda mais o aumento no valor pago aos produtores de leite. Desse o modo o pecuarista de gado de leite deve ficar atento as movimentações do mercado para manter-se competitivo.

Acesse aqui o texto publicado pela Cepea: Análise mês de maio 2016 Cepea – Esalq/Usp

Fonte: http://cepea.esalq.usp.br/leite/?page=164

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas