Importação argelina de #leite cresce 61%

Importação argelina de #leite cresce 61%

 

Compras externas somaram US$ 785 milhões de janeiro a maio deste ano. Exportações brasileiras do produto ao país árabe renderam US$ 36 milhões.

 

Argel – As importações argelinas de leite em pó somaram o equivalente a US$ 784,9 milhões nos cinco primeiros meses deste ano, contra US$ 487,43 milhões no mesmo período de 2013, um aumento de 61%, segundo informações do Centro Nacional de Informática e Estatística das Alfândegas (CNIS, na sigla em francês).

Foram importadas 154,7 mil toneladas de leite, ante 128,9 mil toneladas nos primeiros cinco meses do ano passado, uma alta de 20%. As importações vão reforçar os estoques atuais de leite em pó disponíveis para o Departamento Interprofissional do Leite e dos Produtos Lácteos (Onil, na sigla em francês), e vão cobrir a demanda do mercado até outubro, garantiu o diretor-geral do órgão, Fethi Messar.

“Não haverá falta de leite em pó, pois o Onil tem a quantidade necessária deste produto subsidiado, destinado à produção de leite pasteurizado, para cobrir a totalidade do mercado”, declarou o diretor. “Nós dispomos das quantidades necessárias até o mês de outubro de 2014 e nós até já pagamos as compras programadas de novembro de 2014 a fevereiro de 2015. Toda a demanda por leite, pública ou privada, tem sido e será satisfeita”, acrescentou.

De acordo com dados do Ministério do Comércio, o Onil distribui mensalmente 15,26 mil toneladas de leite em pó para 116 unidades produtoras, sendo 15 públicas.

A Argélia produz 3,5 bilhões de litros de leite cru por ano e importa de 1,5 bilhão a 2 bilhões de litros, ao passo que o consumo interno é estimado em 5 bilhões de litros anuais, segundo informações do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

O Onil informa que o governo destina anualmente mais de 46 bilhões de dinares argelinos (US$ 578 milhões) em apoio à cadeia produtiva de lácteos, com o objetivo de incentivar a produção local e reduzir as importações, que no ano passado atingiram US$ 1,13 bilhão.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil (MDIC), as exportações brasileiras de lácteos para a Argélia renderam US$ 36,3 milhões de janeiro a maio de 2014. No mesmo período do ano passado não ocorreram embarques.

http://www.anba.com.br/noticia/21864162/agronegocio/importacao-argelina-de-leite-cresce-61/

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top