Leite: Em protesto contra importações do Uruguai, Maggi alerta que o país vizinho pode recorrer à OMC – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |17 octubre, 2017

Leite | Leite: Em protesto contra importações do Uruguai, Maggi alerta que o país vizinho pode recorrer à OMC

Fonte: https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/agronegocio/200749-leite-em-protesto-contra-importacoes-do-uruguai-maggi-alerta-que-o-pais-vizinho-pode-recorrer-a-omc.html#.WeX1amiCzIU

O movimento SOS Leite – Balde Cheio Bolso Vazio, realizado em Prata (MG) nesta segunda (16) terminou com o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, defendendo cotas de importação do leite uruguaio, hoje com importações suspensas, um dos pivôs do dia de crítica à política nacional para os lácteos, que reuniu mais de mil pessoas.

O debate em torno do leite uruguaio é porque a sua entrada no mercado brasileiro, com custos menores de produção, achatam os preços do similar nacional – e as indústrias se utilizam desse canal internacional para impor os preços no Brasil.

Com a presença de representantes da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), sindicatos rurais de toda a bacia leiteira mineira – a principal do País – e produtores, a reunião também foi marcada pela paralisação da BR 153 por quase uma hora.

Durante o protesto, foram distribuídos leite aos motoristas e às populações que vivem às margens da estrada.

Apesar da fala do ministro, se comprometendo a defender a permanência longe do produto do Uruguai, Maggi lembrou, durante o discurso, que se o país vizinho e sócio do Mercosul recorrer contra o Brasil à Organização Mundial de Comércio (OMC), ganhará.

 

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas