Leite: melhoria na qualidade eleva rentabilidade do produtor

Leite: melhoria na qualidade eleva rentabilidade do produtor

Mudança no sistema de cálculo para bonificação ao produtor de leite, que passou a levar em consideração a qualidade do produto final e não apenas o volume produzido, tem garantido aumento da rentabilidade no campo nos últimos anos. Conclusão nesse sentido foi constatada em estudo da Associação Leite Brasil, com base nos valores pagos pelo litro da bebida nos últimos quatro anos.

De acordo com o presidente da Leite Brasil, Jorge Rubez, a mudança de hábito da população, que antes tomava leite pasteurizado e passou a consumir leite longa vida, repercutiu na produção rural. “Antes recebia mais o pecuarista que produzia maiores volumes. Agora, recebe mais aquele que tem melhor qualidade”, diz.

Segundo Rubez, o produtor recebe atualmente cerca de R$ 1,00 pelo litro de leite de melhor qualidade, respeitando os limites para Contagem Total Bacteriana (CTB) e para Contagem de Células Somáticas (CCS), enquanto o valor pago pelo produto convencional alcança entre R$ 0,75 a R$ 0,80 o litro.

Há 15 anos, conforme Rubez, a maioria dos laticí­nios bonificava apenas pelo volume. Hoje, a prioridade é a qualidade do produto final. O resultado é que o pecuarista com produção média diária de 10 mil litros de leite pode ter remuneração mais baixa do que outro com volume de produção de 300 ou 400 litros/dia.

O estudo realizado pela Leite Brasil constatou, ainda, que o preço médio recebido pelo produtor subiu proporcionalmente mais do que os valores máximos, nos últimos quatro anos. Em janeiro de 2009, o valor máximo pago pelo litro de leite era R$ 0,95, enquanto a média estava em R$ 0,59. Já em janeiro passado, o preço máximo do litro foi R$ 0,98, enquanto a média saltou para R$ 0,80.

Rubez acrescenta que a melhoria na qualidade do leite também trouxe reflexos para a indústria e para o consumidor final. “Os laticí­nios economizam em manutenção de máquinas e redução de custos com proteí­nas adicionadas í  bebida. O consumidor final tem um produto mais seguro e com os padrões próximos aos de paí­ses desenvolvidos”, garante.

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top