#Leite: Ministério da Agricultura debate revogação de portaria com Sinproleite

#Leite: Ministério da Agricultura debate revogação de portaria com Sinproleite

 

 

Portaria autorizou a importação do leite em pó para indústrias de laticínios. Ministro pediu aos produtores para que aguardem até a próxima terça (10).

 

Representantes do Sindicato dos Produtores de Leite de Pernambuco (Sinproleite) participaram de uma reunião nesta terça-feira (3), com o ministro da Agricultura, Neri Geller. O grupo pediu para que fosse cancelada a portaria do Ministério que autorizou em 2013 a importação de leite em pó para as indústrias de laticínios, durante três anos.

A audiência durou aproximadamente 40 minutos. Ao fim do encontro, o ministro pediu aos produtores que aguardem até a próxima terça-feira (10) para receber uma resposta definitva.

Entenda o caso
Criadores de gado da bacia leiteira do Agreste de Pernambuco estão preocupados. Em municípios como Itaíba e Pedra, por exemplo, o preço do leite caiu quase pela metade. Apesar do pasto estar verde e os reservatórios cheios de água, a crise na produção do leite se instalou na região.

O pecuarista Pedro Galvão, que cria gado há 35 anos, explica que as vacas aumentaram a produção de leite, mas faltam compradores, por isso o preço do produto está menor. “O leite já baixou em torno de 40% do valor que a gente vendia. Era de R$ 1,20 a R$ 1,30. Hoje já tem leite de R$ 0,80”. Ainda segundo o pecuarista, é necessário mais de R$ 1 para produzir um litro de leite.

De acordo com o Sinproleite, a crise ocorre porque as grandes indústrias de laticínios da região estão parando de comprar o leite dos produtores do Agreste. Isso se deve a uma portaria do Ministério da Agricultura, que autorizou a importação do leite em pó durante três anos.

Segundo o presidente do Sinproleite, Saulo Malta, a medida, que deveria minimizar os efeitos da seca, acabou prejudicando a venda do leite dos municípios. “O que está acontecendo é que o Governo Federal autorizou os laticínios a reidratar o leite em pó em 35% da sua capacidade. O que a gente vê hoje na bacia leiteira é que eles devem estar reidratando 350%, pois eles não estão comprando leite”, comenta. Para Malta, a saída seria o governo revogar a portaria que autoriza a reidratação do leite em pó.

http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/noticia/2014/06/ministerio-da-agricultura-debate-revogacao-de-portaria-com-sinproleite.html

 

 

 

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top