Leite: produtores dizem que preço pode subir até 20%

#Leite: produtores dizem que preço pode subir até 20%

O presidente da Leite Brasil. Jorge Rubez, afirma que se os preços aumentarem 15% para os produtores, o repasse para o consumidor poderá chegar aos 20

A Associação Brasileira  de Produtores de Leite (Leite Brasil) acredita que, em setembro, o preço do leite poderá ter alta de até 20% para o consumidor final. Isso porque os custos de produção continuam em elevação, impulsionados pelas altas do milho e do farelo de soja, que fazem parte do composto alimentar oferecido ao gado.
O presidente da Leite Brasil. Jorge Rubez, afirma que se os preços aumentarem 15% para os produtores, o repasse para o consumidor poderá chegar aos 20%. Hoje, no paí­s, o preço médio do litro do leite vai de R$ 1,60 a R$ 2, em supermercados, segundo os produtores.
— As vacas produzem a partir do que comem e, com o composto mais caro, o preço do leite vai subir. Se diminuirmos a produção, também vai aumentar — disse.
O economista André Braz, da Fundação Getulio Vargas, acredita que ainda é cedo para apostar na elevação.
— O movimento do preço do leite está muito intenso. E, se aumentar, os repasses serão pequenos. As condições climáticas também afetam o pasto, e chegaremos í  época do ano em que há aumento de chuvas — afirmou.

http://www.meionorte.com

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.


Top