#Leite produzido em Venâncio Aires se destaca pela qualidade

#Leite produzido em Venâncio Aires se destaca pela qualidade

 

 

A crise do setor laticínio, que acompanha sucessivas denúncias de adulteração do produto mais consumido por crianças em todo o mundo, tem aberto novos mercados para a produção local. Agroindústrias de leite de Venâncio Aires estão ganhando as prateleiras de tradicionais redes de supermercados da cidade e o gosto do consumidor mais exigente. Com leite 100% integral e análises constantes do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), o leite produzido na Capital do Chimarrão tem sido sinônimo de segurança e sabor que lembra o produto do campo.

Para conferir a produção local e os planos de expansão das agroindústrias do setor, o prefeito Airton Artus e o secretário de Agricultura, Fernando Heissler, visitaram duas pequenas empresas em linha 17 de Junho e Harmonia da Costa. Além de presenciar as adequações para sanidade do local e qualidade do leite produzido, Artus falou dos planos de expansão da produção e das tratativas municipais de adesão ao SUSAF (Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte) que permitirá a ampliação de mercado para outros municípios do Rio Grande do Sul.

Em linha 17 de Junho, a agroindústria da família Angnes iniciou a industrialização de leite há 11 anos. Com 21 animais em lactação, a produção chega a 500 litros de leite por dia que são entregues a supermercados e padarias do município, além de programas municipais como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). A produção, que recebe o selo da marca Agroleite, é utilizada também para industrializar doce de leite e nata. ‘Hoje não temos capacidade para produzir tanto quanto é a demanda. Se tivéssemos mais 500 litros por dia, venderíamos tudo’, destaca Sirlene Angnes, que trabalha com o marido Elígio e os filhos Rodrigo e Alexandre na propriedade. Durante a visita do prefeito, a família comemorava a aquisição de um novo taxo de doce de leite elétrico, que descansará os braços da matriarca e ampliará a produção do doce de leite, famoso pelo sabor e a textura.

Com o crescimento da procura e a oferta de supermercados locais, a Agroleite já sonha com voos mais altos. A próxima meta é construir um prédio separado da residência para ampliar a produção. Os pais têm os pés no chão e estão satisfeitos com o caminho trilhado até aqui, mas o sonho dos filhos é seguir trabalhando e transformar a agroindústria familiar em uma fábrica de leite e derivados.

Em linha Harmonia da Costa a satisfação com o momento também é visível. A agroindústria da família Kessler, que produz a marca Vita Sã, ganha novos mercados e trabalha para a expansão. Com produção diária de 400 litros e 28 animais na propriedade, o objetivo é chegar a 100 animais nos próximos meses. Para isso, eles já tem mercado garantido e um prédio próprio adaptado para ampliar a produção. Alice Kessler, que fez estágio de um ano na Alemanha e cuida das finanças da agroindústria, garante que mercado tem, falta ampliar a matéria-prima.

Depois das duas visitas, o prefeito salientou a vocação empreendedora do homem rural e as possibilidades de crescimento da agroindústria venâncio-airense. ‘São exemplos claros de como é possível prosperar na produção de alimentos. As pessoas precisam se alimentar e há um grande mercado a ser explorado nessa área’, ressalta. Além de salientar a importância da diversificação produtiva, na questão do leite o prefeito lembra que a qualidade do produto local precisa ser reconhecida pela população. ‘O leite precisa voltar a ser sinônimo de saúde e devemos incentivar o consumo das marcas locais, que fomentam a nossa economia e tem padrão garantido’, destaca o prefeito.

O secretário de agricultura, Fernando Heissler, acrescenta que atualmente são duas agroindústrias de leite em Venâncio Aires, as marcas Agroleite e Vita Sã, além de pequenas empresas de inspeção estadual. ‘As agroindústrias locais recebem visitas mensais dos nossos técnicos e análise físico-química do produto a cada três meses. Além disso, estaremos estruturando ainda mais esse setor nos próximos meses para garantir adesão ao Susaf e ampliar o atendimento técnico aos agricultores que apostam na diversificação através da agroindústria animal’, completa o secretário.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Venâncio Aires

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top