#Leite:Copervale não se manifesta sobre situação financeira

#Leite:Copervale não se manifesta sobre situação financeira

 

Supermercados da cooperativa foram fechados e a fábrica de ração também não está mais funcionando

 

 

Redação do JORNAL DE UBERABA, os produtores de leite estão tomando prejuízos, pois não estão recebendo os valores integrais. 

Cooperados e funcionários da Cooperativa Agropecuária do Vale do Rio Grande (Copervale) estão sem receber e sem saber sobre a situação financeira da cooperativa. Segundo informações que chegaram à Redação do JORNAL DE UBERABA, os produtores de leite estão tomando prejuízos, pois não estão recebendo os valores integrais. Porém, os responsáveis pela Copervale não se manifestam. Em março deste ano, cerca de 60 ex-funcionários da cooperativa se reuniram e realizaram um manifesto em frente à empresa reivindicando os direitos trabalhistas após as demissões.

Um funcionário que prefere ficar no anonimato lembra que, em novembro do ano passado, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, visitou Uberaba e surgiram boatos que o empresário Fábio Luiz Lula da Silva estaria interessado em comprar a Copervale. “Todos nós estamos temerosos, pois nenhum responsável nos dá uma satisfação, apenas que estão conversando e resolvendo a situação, mas nada de concreto. A maioria dos trabalhadores demitidos ainda não recebeu os acertos trabalhistas, apenas um documento através do qual poderão sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Há uma ação de Recuperação Judicial de transformação da cooperativa em Sociedade Anônima, mas também não há informações”, revelou.

A reportagem do JU, por diversas vezes, tentou entrar em contato com a presidência da Copervale, mas, segundo a recepcionista, José Roberto estava em reunião e não retornou as ligações. Já Reginaldo César explicou apenas que quem pode se pronunciar é o Conselho Responsável pela Recuperação Judicial (ação que foi aprovada no Fórum Melo Viana à Vara Empresarial, Execuções Fiscais de Títulos e de Registros Públicos). Ele informou que os produtores rurais receberam os pagamentos atrasados, faltando alguns funcionários que já estão em negociação.

 

Crise – Em outubro de 2007, a Polícia Federal (PF) fechou a cooperativa. A Operação Ouro Branco investigou a adulteração do leite processado pela empresa de Uberaba e também na Casmil, em Passos.

Segundo a PF, era adicionado ao leite, soro, água oxigenada e soda cáustica para aumentar o volume e mascarar a qualidade do produto. No ano passado, também surgiu a informação de que a Copervale estava em negociação de possível venda da empresa. Neste mesmo período, o setor de embalagem do leite de caixinha Longa Vida foi fechado. Supermercados da cooperativa foram fechados em Uberaba e Campo Florido e a fábrica de ração também não está mais funcionando, enquanto a farmácia e o posto atendem com dificuldades.

 

http://www.jornaldeuberaba.com.br/cadernos/cidade/12118/copervale-nao-se-manifesta-sobre-situacao-financeira

 

 

Tags: ,
Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top