Mastellone Hnos começará a bonificar os sólidos

serenisima

Sólidos/AR – A Mastellone Hnos começará a bonificar seus produtores de leite por sólidos totais (matéria gorda + proteína). O programa – segundo informou a empresa por meio de um comunicado – terá duração de dois anos e será pago por trimestre. O primeiro período começará nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2017.

As bonificações será aplicada sem três escalas de 0,50; 0,70; e 0,90 pesos/kg de sólidos. Para o mês de outubro os três níveis de bonificação serão de 7,01% a 7,27%; de 7,28% a 7,53%; e mais de 7,54%, para matéria gorda + proteína.

Para o mês de novembro de 2017 as bonificações serão as mesmas, mas os percentuais de sólidos variam: de 6,87% para 7,3%; de 7,14% para 7,39%; e mais de 7,40%, enquanto que em dezembro os percentuais fixados foram: de 6,81% para 7,06%; de 7,07% para 7,33%; e mais de 7,34%. “A bonificação por quilo de sólido será atualizado da mesma forma que o preço do leite. Cabe esclarecer que essa iniciativa é distinta do preço pago ao produtor, que está acompanhando o valor de mercado”, explicou a Mastellone Hnos.

Os critérios a partir dos quais se pagará a bonificação foram comunicados pela empresa. O preço médio mensal recebido pelos produtores de leite da província de Buenos nos primeiros oito meses de 2017, segundo dados oficiais, foi de 77,4 pesos/kg de sólidos, enquanto que em Córdoba e Santa Fe, os valores foram 74,7 e 74,4 pesos/kg, respectivamente.

A disponibilidade de um maior volume de matéria gorda é um fator crítico na atual conjuntura, porque o mercado internacional de lácteos vem registrando uma “febre de manteiga” a partir do aumento substancial da demanda, combinado com uma restrição da oferta na União Europeia (UE). Quanto às proteínas, trata-se de um insumo fundamental para a elaboração de pastas e leites funcionais, de produtos que geram maior margem de lucro para a indústria de laticínios (uma diferença de leites fluidos convencionais e dos queijos, para os quais o setor de distribuição e varejo levam a maior parte dos lucros).

*


*

Related posts


Top