Mercado global de soro de leite cresce 20%

#Mercado global de soro de leite cresce 20%

O mercado global de soro de leite está tendo melhor desempenho do que a maioria dos setores de nutrição em uma economia global em recessão, crescendo em 20%, para €5,83 bilhões (US$ 7,19 bilhões) em 2011.

Um relatório da 3A Consulting disse que o mercado de soro de leite terá um valor de €6,88 bilhões (US$ 8,48 bilhões) em 2015 – um crescimento anual de constante de 4%.

“í‰ animador dizer que a demanda por soro de leite e lactose continua crescendo, independentemente da volatilidade significante dos preços nos últimos cinco anos e do baixo desempenho relativo da economia global”, disse Tage Affertsholt, sócio da 3A Business Consulting.

Lactose, lactose farmacíªutica, permeato e derivados da lactose tiveram um valor de €1,62 bilhão (US$ 1,99 bilhões) em 2011, €1,94 bilhão (US$ 2,39 bilhões) sendo previstos para 2015. “Para o grupo de produtos de lactose, um alto crescimento é aparente para permeato, mas também para lactose padrão, lactose farmacíªutica e galacto-oligossacarí­deos”.

As principais empresas desse setor são Lactalis, FrieslandCampina, Fonterra, Arla Foods, Saputo, Glanbia, Murray Goulburn, DMK/Wheyco, Leprino, Agropur, Sachsenmilch, ArmorProteines and Hilmar, Meggle, Euroserum, Milei, Volac, Carbery, Dairygold, Milk Specialties Global e Davisco.

A reportagem é do Dairy Reporter,

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top