Mesmo com melhoria de preço, produtores de leite ressaltam poucos ganhos - eDairy News

Mesmo com melhoria de preço, produtores de leite ressaltam poucos ganhos

 

O preço do leite pago ao agricultor gaúcho apresenta aumento desde o mês de janeiro deste ano. Levantamento do Conseleite aponta que no primeiro mês de 2016 o preço médio por litro ao produtor era de 85 centavos, o que passou para 94 em março, 1 real e 3 centavos no mês passado e 1 real e 12 centavos agora em junho. No entanto, na região de Ijuí há produtores que recebem até 1 real e 40 centavos, porém isso é uma exceção.

Alguns motivos são apontados para essa melhoria de preço ao agricultor, como a redução de produtores na produção leiteira e problemas climáticos. Nesta manhã, 22, um agricultor de Augusto Pestana comentou que o ideal é que o valor do litro do leite ao produtor esteja, no mínimo, equivalente a um quilo de ração, atualmente entre 1 real e 28 centavos e 1 e 32. Outra ouvinte da RPI mencionou que no ano de 2007 com valor recebido por um litro de leite era possível adquirir dois quilos de ração para alimentação dos bovinos, porém, no momento é possível adquirir apenas um quilo de ração.

http://www.radioprogresso.com.br/esportes?pg=desc_noticia&id=24094&nome=Mesmo%20com%20melhoria%20de%20pre%C3%A7o,%20produtores%20de%20leite%20ressaltam%20poucos%20ganhos&cat=Agricultura

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top