MG: cooperativas se unem para barrar importação de leite em pó

leite em po

 

Importação de leite em pó – Lideranças do setor leiteiro de Minas Gerais anunciaram na última quinta-­feira, dia 23, a criação da Federação das Cooperativas de Leite do estado (Fecoagro Leite Minas). A entidade vai representar mais de 70 mil produtores de leite.

A primeira ação da entidade é tentar barrar as importações de leite em pó proveniente do Uruguai. O projeto para a elaboração de um órgão que represente as cooperativas de leite mineiras surgiu no ano passado. O objetivo é aumentar a força do setor nas negociações políticas e garantir maior estabilidade econômica aos produtores. No total, 22 cooperativas estão vinculadas à Fecoagro Leite Minas e são responsáveis por 7,5 mil empregos. Segundo o presidente da nova entidade, Vasco Praça Filho, a grande preocupação do setor é o leite em pó importado. “Tivemos vários diálogos com o ministro Blairo Maggi, e sentimos que não está apenas na mão dele essa resolução, mas ele está se sensibilizando (para o fato de) que essa importação é prejudicial. Vamos juntar esforços para que essa política seja revista, para não prejudicar aquele produtor que precisa de incentivo e não de concorrência desleal”, diz. Nos próximos meses, mais sete cooperativas mineiras devem se filiar à federação. O setor vai cobrar novas linhas de crédito para a cadeia no Plano Safra. “É preciso também fazer com que o governo apresente propostas de financiamento para ajudar os produtores e cooperativas para que eles se reestabeleçam”, diz o vice­presidente da Fecoagro Minas Leite, Renato Nunes. Vídeo

One Comment;

  1. Emerson Brito cossi said:

    Prezados
    Essa ação deverá seguir via Mercosul/WTO, é uma ação muito maior do que simplesmente uma acao singular de um estado, ministro e/ou país.

*


*

Related posts


Top