ÔĽŅ Ministra Cristas sublinha necessidade de internacionalizar #lactic√≠nios

Ministra Cristas sublinha necessidade de internacionalizar #lacticínios

 
A ministra da Agricultura e do Mar disse hoje, nos A√ßores, que continuar√£o a existir instrumentos financeiros para apoiar o setor do leite, mas frisou que √© importante apostar na diversifica√ß√£o e internacionaliza√ß√£o das produ√ß√Ķes.
“A Comiss√£o Europeia est√° a fazer um estudo de impacto para saber se vai ou n√£o reformar o POSEI [programa espec√≠fico para as regi√Ķes ultraperif√©ricas]. A posi√ß√£o do Estado Portugu√™s foi que n√£o era necess√°rio reformar. √Č necess√°rio utilizar bem os instrumentos do POSEI e neste contexto continuar√° a haver e haver√° apoio para o setor do leite”, afirmou aos jornalistas Assun√ß√£o Cristas, ap√≥s uma audi√™ncia, em Ponta Delgada, com o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro.
Assun√ß√£o Cristas disse que para “al√©m de um programa de apoio ao investimento local que pode ter uma componente forte de apoio aos investimentos para a moderniza√ß√£o, diversifica√ß√£o dos produtos derivados do leite, que √© uma aposta grande para o pa√≠s”, os “instrumentos financeiros continuar√£o a existir”.

“√Č importante que os produtores, e creio que est√£o j√° bastante sensibilizados, se possam empenhar em a√ß√Ķes conjuntas por ventura para diversificarem as suas produ√ß√Ķes e encontrarem tamb√©m mais mercados”, defendeu, frisando que nos A√ßores existem “bel√≠ssimos latic√≠nios”.

Segundo a ministra, a preocupa√ß√£o do Governo nacional “√© continuar a caminhar no sentido da inova√ß√£o e diversifica√ß√£o”, destacando a internacionaliza√ß√£o, e lembrou que “h√° bem pouco tempo foi poss√≠vel abrir o mercado chin√™s” aos latic√≠nios portugueses.

A ministra garantiu ainda que “Portugal tem mantido, e manteve sempre, uma posi√ß√£o firme contra o fim das quotas leiteiras” na Europa, previsto para 2015, afirmando a necessidade de se manter “a press√£o” em “respostas que possam ser acionadas de forma at√© preventiva em situa√ß√Ķes de crise na √°rea do leite”.

Quanto ao mar e √†s pescas, considerou que os A√ßores, “com a sua posi√ß√£o geogr√°fica e com a sua voca√ß√£o mar√≠tima, est√£o particularmente bem posicionados para serem um ator privilegiado e liderante em mat√©ria de economia do mar” e de “execu√ß√£o da estrat√©gia nacional para o mar”.

Vasco Cordeiro salientou, por seu turno, “a import√Ęncia do trabalho” desenvolvido entre os Governos Regional e da Rep√ļblica relativamente √†s quest√Ķes do setor agr√≠cola, pescas e mar.

“O que tive oportunidade de transmitir √† senhora ministra √© a necessidade de mantermos um acompanhamento muito pr√≥ximo e muito direto relativamente √† situa√ß√£o que acontecer√° no p√≥s regime de quotas”, afirmou, lembrando que a situa√ß√£o dos A√ßores deve ser “devidamente ponderada e real√ßada” em mecanismos e em negocia√ß√Ķes europeias.

Quanto √†s pescas, frisou a necessidade de se “acautelar” tamb√©m a situa√ß√£o dos pescadores da regi√£o.

Vasco Cordeiro referiu ainda a quest√£o da “gest√£o partilhada” do mar pela regi√£o e pela Rep√ļblica, aspeto “que ainda recentemente foi refor√ßado” num ac√≥rd√£o do Tribunal Constitucional.

“A fase atual √© de desenvolver o trabalho para que, independentemente da forma como esses aspetos foram consagrados na lei, salvaguardar os aspetos que do ponto de vista substantivo interessavam tamb√©m aos A√ßores, desde logo o facto de termos um hist√≥rico tamb√©m de pol√≠ticas e de a√ß√Ķes neste dom√≠nio que valorizam o mar nos A√ßores”.

Despois de visitar hoje S√£o Miguel, a ministra Assun√ß√£o Cristas ser√° na quarta-feira entronizada como membro da Confraria do Queijo da ilha de S√£o Jorge, tendo salientado que vai ser uma “defensora mais legitimada” daquele produto a√ßoriano.

http://www.noticiasaominuto.com/economia/207181/cristas-sublinha-necessidade-de-internacionalizar-lacticinios

 

Toda reclama√ß√£o originada das informa√ß√Ķes contidas no site de eDairy News ser√° submetida √† jurisdi√ß√£o dos Tribunais Ordin√°rios do Primeiro Distrito Judicial da Prov√≠ncia de C√≥rdoba, Rep√ļblica Argentina, sediado na Cidade de C√≥rdoba, com exclus√£o de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Crit√©rios na modera√ß√£o de coment√°rios em termos de publica√ß√£o e Not√≠cias de produtos em todas as suas publica√ß√Ķes.

  • No s√© considerar√°n insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador √≥ editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirma√ß√£o de moderador.
  • Cr√≠ticas destructivas infundadas e gratuitas, express√Ķes de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xen√≥fobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar v√≠nculos de p√°ginas web sem links para o tema, corre√ß√Ķes eletr√īnicas, etc ...)
  • Coment√°rios que n√£o tem sentido com a nota no setor l√°cteo.

Related posts

ÔĽŅ
Top