#MS: Laticí­nio fecha portas por falta de leite

#MS: Laticí­nio fecha portas por falta de leite

Com problemas de abastecimento e logí­stica, o laticí­nio Lí­der declarou o fechamento da unidade de Campo Grande, e já demitiu pelo menos 100 funcionários na última sexta-feira.

Além da unidade na capital, a Lí­der possui unidades em São Gabriel do Oeste e Naviraí­, onde mantém fusão com a empresa Saga. Até o momento, a informação é de que as unidades do interior continuam ativas.

Os maiores problemas para a Lí­der foram a falta de matéria-prima e o avanço da BR Foods no Estado. A empresa sofreu com a grande estrutura, e com a incapacidade de manter a produção (focada na mussarela).

“Acredito que o caso (fechamento) foi especí­fico da Lí­der. Enfrentamos muitas dificuldades, em especial pela falta de leite, mas dá para trabalhar”, comentou Milene de Oliveira Nantes, presidente do Sindicato das Indústrias de Laticí­nios do Estado (Silems). “A Lí­der enfrentou dificuldades também devido ao avanço da BR Foods, principalmente com a compra do ‘Vencedor’, no iní­cio de 2012”, completou.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias e Afins de Campo Grande, Rinaldo Salomão, a notí­cia foi uma surpresa. Segundo ele, os funcionários demitidos estão recebendo o acerto sem problemas.

A matéria é do Correio do Estado

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top