Nestlé/DPA inaugura nova categoria de iogurtes no Brasil

#Nestlé/DPA inaugura nova categoria de iogurtes no Brasil

O consumo de iogurtes no Brasil será revolucionado com o lançamento de Nestlé Grego, novo iogurte da Nestlé/DPA de qualidade insuperável. Considerado por muitos consumidores como o melhor iogurte do mundo, o iogurte grego é cremoso, tem consistíªncia firme e textura aveludada. Devido aos ingredientes e seu processo de fabricação diferenciado, Nestlé Grego tem menos açúcar e mais proteí­nas quando comparado com outros iogurtes do mercado. Como referíªncia, o iogurte Nestlé Grego Tradicional tem 80% mais proteí­nas do que o iogurte Nestlé Bi Camada de Morango e 30% menos açúcares. “Por se tratar de um iogurte extremamente saboroso, estamos certos de que o produto surpreenderá aos adeptos da categoria e atrairá muitos novos consumidores para o consumo de iogurtes”, afirma Pedro Feliu, diretor geral da Nestlé/DPA.

Apesar de estar presente em 92,7% dos lares brasileiros segundo o Kantar WorldPanel, o consumo per capita de iogurtes no paí­s ainda tem grande potencial de crescimento. Enquanto o brasileiro consome 6,5kg/ano, na Holanda o consumo chega a 41,9 kg/ano, na França 20,7kg/ano e na Argentina 9,2 kg/ano, de acordo com dados de 2011 da Euromonitor.

Uma pesquisa realizada pela Nestlé no Brasil com 150 consumidores revelou que 98% acharam a consistíªncia de Nestlé Grego ideal, 94% afirmaram que comprariam com certeza e 91% o consideraram excelente ou ótimo. Saboroso e nutritivo, Nestlé Grego pode ser consumido puro no café da manhã, como lanche da tarde ou sobremesa, mas também é versátil para ser utilizado no preparo de pratos mais elaborados. E para estimular a criatividade e aguçar ainda mais o paladar dos consumidores, a Cozinha Nestlé desenvolveu receitas exclusivas, com opções como Wrap, Pancake, Tortas, Bolo e Dips.

O iogurte Nestlé Grego chega ao mercado com uma linha diversificada, em cinco sabores: Tradicional adoçado (400g), Frutas Vermelhas (400g), e as versões para misturar: Tradicional adoçado com pedaços de morango (130g), Tradicional adoçado com pedaços de abacaxi (130g) e Tradicional adoçado com cereal matinal (105g). A novidade estará disponí­vel em todo o Brasil a partir de 5 de julho.

A origem do iogurte grego

Este iogurte nasceu na Grécia antes da era cristã e até hoje é muito apreciado naquele paí­s para consumo puro ou como sobremesa, servido com mel ou xarope de cereja. A culinária grega também aderiu í  leveza do produto, que atualmente é bastante utilizado no preparo de pratos tradicionais. O sabor do iogurte grego logo conquistou consumidores por toda a Europa e, mais recentemente, se tornou o preferido dos americanos.

A matéria é da Assessoria de Imprensa da Nestlé/DPA.

Toda reclamação originada das informações contidas no site de eDairy News será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, sediado na Cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outro local, incluso o Federal.

One Comment;

  1. C. Luigi said:

    Definição de IOGURTE:

    Este conceito GREGO é verdadeiro ou mais uma “novidade marquetiera” a exemplo do que ocorreu recenemente nos EE.UU com este produto?
    Outra comparação curiosa é o consumo per-capita. Sabemos que é feito tomando o total dos kg pelo total da população brasileira e compara-se com Holanda e França!!! Na prática é um equivoco matemático igual a média de da temperatura de uma pessoa ser 38 C, o que seria normal, senão estivesse mergulhada da cintura í  cabeça em agua a 76C e o restante em água a zero graus…
    Na prática ela estará morta!!! Este “ratio” não é só neste caso, é visto frequentemente noutras comparações!!!

*

Critérios na moderação de comentários em termos de publicação e Notícias de produtos em todas as suas publicações.

  • No sé considerarán insultos de qualquer tipo em contra de qualquer persona, sea usuario, moderador ó editor. Apenas se aceitar denuncias realizadas com nome e apelido do autor do comentario, previa confirmação de moderador.
  • Críticas destructivas infundadas e gratuitas, expressões de mal gusto, sean ofensivas, racistas ou xenófobas.
  • Hacer SPAM, (Insertar vínculos de páginas web sem links para o tema, correções eletrônicas, etc ...)
  • Comentários que não tem sentido com a nota no setor lácteo.

Related posts


Top